terça-feira 31 de janeiro de 2023

O Pinto da Madrugada pode muito mas não pode tudo.

19 de fevereiro de 2020 8:56 por Marcos Berillo

 

A polêmica pública aberta pelo coordenador do bloco Pinto da Madrugada, Hermann Braga, no final do desfile, sábado dia 15, próximo passado, na orla da Ponta Verde, em Maceió, quando usou o microfone do trio elétrico para  denunciar que o Pinto da Madrugada havia sofrido boicote merece uma reflexão.

  • Quem boicotou o bloco e que tipo de boicote houve para ser denunciado sem apresentar um fato concreto?
  • Reivindicar exclusividade para o Pinto da Madrugada desfilar na orla é um gesto de desprezo aos demais blocos e aos milhares de foliões que vão se divertir em dezenas de outros blocos.
  • O folião que vai desfilar nos blocos na orla da Pajuçara, não são necessariamente atraídos pelo Pinto da Madrugada.
  • O Pinto da Madrugada é um bloco onde a classe média maceioense tem ido e, aliás, é a classe média quem inspira a sua criação. Todos os seus fundadores são membros da classe média. Isso não desmerece e muito menos pode o jovem coordenador inflar o peito e dizer que o Pinto é o dono da avenida no desfile do Sábado Maior.
  • O site do bloco diz o seguinte: “mais do que um bloco, o Pinto virou uma verdadeira “grife cultural” e uma marca de credibilidade”. O bloco nasceu com o objetivo de ser um espaço aberto e democrático para os foliões que gostam de frevo. Mas quando na atual fase se torna uma “marca” e como “produto” o empresário Hernann Braga terá de mudar a postura para não jogar no lixo a “credibilidade” que foi alcançada pelos antigos gestores do bloco.
  • A Liga Carnavalesca de Maceió é anterior ao Pinto da Madrugada (a Liga foi criada em 1991 e as Pecinhas de Maceió, saiu pela primeira vez em 1983) e é quem efetivamente tem realizado e conduzido os festejos do Jaraguá Folia e do Sábado Maior. Esses eventos têm acontecido ao longo de mais de duas décadas com muito pouco apoio do poder público (municipal e estadual).
  • Atualmente o Pinto da Madrugada, dos blocos que saem no Sábado Maior, é um bloco intermediário, não tem atraído, como antes, multidões, vem sendo superado por outros blocos a exemplo das Pecinhas e do Bloco do Rei, para ficar nesses dois.
  • A permanecer a política belicosa aberta pelo coordenador Hermann Braga contra a Liga Carnavalesca de Maceió a tendência será o seu isolamento.
  • Mas qual é a aposta de Hermann Braga: transformar o Pinto da Madrugada numa empresa rentável, quanto a isso não tenho nada contra. Mas não fica nisso apenas, o projeto político eleitoral é outro componente e não é declarado publicamente. Hermann Braga é o principal assessor do senador Rodrigo Cunha e, nos bastidores políticos, é o nome trabalhado para ser indicado pelo senador como candidato a vice-prefeito de Maceió.
  • Esses dois elementos não estão dissociados. E como diz o dito popular: “Jabuti não sobe em árvore, se tem jabuti na árvore foi alguém que colocou”.

Esse é o bastidor e na medida do possível é bom decifrar os enigmas que aparecem entre um desfile e outro do nosso combalido carnaval. O Pinto pode muito mas não pode tudo.

Mais lidas

Na luta contra o terrorismo PM’s alagoanos vão reforçar segurança em Brasília

19 de fevereiro de 2020 8:56 por Marcos Berillo Cinquenta policiais militares alagoanos já

Pré-matrícula para alunos novatos começa dia 16 de janeiro

19 de fevereiro de 2020 8:56 por Marcos Berillo A pré-matrícula para novatos da

Sidarta: A necessária lucidez sobre as drogas

19 de fevereiro de 2020 8:56 por Marcos Berillo Por Inês Castilho, do Outras

O maior assalto da história ao cofres da Petrobras

19 de fevereiro de 2020 8:56 por Marcos Berillo Para onde está indo o

Bolsonaro e Silvestre Péricles fazem ‘pegadinhas’ para sucessores nos palácios

19 de fevereiro de 2020 8:56 por Marcos Berillo O primeiro dia do presidente

Inep publica o cronograma para o Enem 2023

19 de fevereiro de 2020 8:56 por Marcos Berillo          

‘’A gente quer comida, diversão e arte’’, Margareth Menezes tomará posse do cargo de ministra

19 de fevereiro de 2020 8:56 por Marcos Berillo   A cantora baiana, muito

Governo Lula mantém MP que zera impostos sobre preços dos combustíveis até fevereiro

19 de fevereiro de 2020 8:56 por Marcos Berillo Apesar do receio de muitos

5 Comentários

  • O carnaval é para todos, mas sempre fui e continuarei sendo fã das bandinhas. Não gostei de ver o carnaval do sábado com trio elétrico. Sonho com um carnaval de bandas pelo bairro de Jaraguá. E que os trios também agradem, mas aos outros foliões que não pensam como eu.

  • Concordo plenamente,o pinto pode muito,mas não pode tudo!

  • Em resumo quem perdeu foi o folião. Familias inteiras no canteiro que não conseguiram brincar! Que em 2021 tenhamos mais respeito e menos vaidade!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *