terça-feira 31 de janeiro de 2023

Após exames, Sesau descarta que senhor de 66 anos seja portador de Covid19

2 de março de 2020 7:46 por Marcos Berillo

Com Ascom Sesau e Agência Brasil

Após realizar os procedimentos do protocolo preconizado pelo Ministério da Saúde (MS), a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) descartou que um senhor de 66 anos, que retornou recentemente da França, e reside em Maceió, seja portador do Covid19.

A suspeita havia sido divulgada pela Sesau na última sexta-feira, 28. “Com relação ao primeiro caso validado como suspeito [27/02], a avaliação laboratorial teve resultado negativo para o Coronavírus e apontou o agente viral Metapneumovírus”, informu a Superintendência de Vigilância em Saúde da secretaria.

Notificações

Em Alagoas, até o último domingo (01/03), tem-se o registro de nove notificações de casos suspeitos de Covid19. Entre os notificados, três permanecem em investigação; um foi descartado para Covid19; e cinco foram excluídos por não se enquadrarem no critério de suspeição.

O Brasil tem, atualmente, 433 casos suspeitos de coronavírus. O número de casos confirmados continua sendo dois, ambos em São Paulo. Todas as regiões do país têm casos suspeitos, sendo São Paulo o estado com o maior número de casos suspeitos, com 163. Até o momento, são 162 casos descartados, sendo que a maioria tinha Influenza A e Influenza B.

Os estados continuam sendo capacitados pelo Ministério da Saúde para fazer as notificações corretamente, mas, segundo o secretário de Vigilância em Saúde do ministério, Wanderson de Oliveira, metade das notificações dos estados não se encaixa na definição de casos de Covid-19. Atualmente, o Brasil se encontra na fase de contenção da doença.

“Estamos no nível 3, na fase de contenção, onde o nosso objetivo é evitar a dispersão [do vírus]. Obviamente, entendendo que há uma transição que se inicia para uma fase de mitigação, onde vamos trabalhar para evitar casos graves e óbitos”, disse Wanderson de Oliveira.

Pânico

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, considerou precipitada a decisão de escolas suspenderem as aulas se não houver nenhum caso suspeito dentro da instituição. “As escolas não se embasam em nenhum critério técnico. Imagino que elas tenham reunião de pais e o princípio da autoridade parental prevalece. Mas, do ponto de vista de saúde pública, se uma pessoa não chega de um local, não tem febre, não tem coriza, não tem nenhum sinal, ela não tem porque ser retida”.

 

Mais lidas

Na luta contra o terrorismo PM’s alagoanos vão reforçar segurança em Brasília

2 de março de 2020 7:46 por Marcos Berillo Cinquenta policiais militares alagoanos já

Pré-matrícula para alunos novatos começa dia 16 de janeiro

2 de março de 2020 7:46 por Marcos Berillo A pré-matrícula para novatos da

Sidarta: A necessária lucidez sobre as drogas

2 de março de 2020 7:46 por Marcos Berillo Por Inês Castilho, do Outras

O maior assalto da história ao cofres da Petrobras

2 de março de 2020 7:46 por Marcos Berillo Para onde está indo o

Bolsonaro e Silvestre Péricles fazem ‘pegadinhas’ para sucessores nos palácios

2 de março de 2020 7:46 por Marcos Berillo O primeiro dia do presidente

Inep publica o cronograma para o Enem 2023

2 de março de 2020 7:46 por Marcos Berillo          

‘’A gente quer comida, diversão e arte’’, Margareth Menezes tomará posse do cargo de ministra

2 de março de 2020 7:46 por Marcos Berillo   A cantora baiana, muito

Governo Lula mantém MP que zera impostos sobre preços dos combustíveis até fevereiro

2 de março de 2020 7:46 por Marcos Berillo Apesar do receio de muitos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *