segunda-feira 15 de julho de 2024

Dieta ideal para tempos de CORONAVÍRUS

10 de julho de 2020 8:49 por Redação

NUTRIÇÃO SEM MISTÉRIOS

Quando pensamos nessa coluna, imaginávamos que os assuntos tratados seriam mais brandos, leves, propostas de dietas para emagrecer, planos para comer melhor, ajudar nas dúvidas sobre os alimentos, mas a dinâmica da vida, às vezes, nos obriga a sair dos “trilhos” para continuar seguindo adiante.

Fomos acometidos pela pandemia do COVID 19 e junto com isso, o medo, muita informação, promessas de milagres e a verdade da ciência, por isso já esclareço que o título é um artifício para prender sua atenção, nada direi que já não tenha sido dito.

Pois bem, cumprindo nosso acordo inicial de não ter pretensão de “lacrar” nas redes e sim de não fugirmos daquilo que já há de comprovado, venho trazer algumas sugestões para esse período de quarentena.

Primeira sugestão, tente planejar um cardápio, mesmo de forma simples, com ele podemos organizar melhor nossas compras fazendo uma relação dos itens necessários, sem exagero, o momento exige que sejamos cuidadosos, e compras planejadas ajudam de diversas formas, evita perdas e economiza dinheiro, e como temos que cuidar de higienizar os alimentos adquiridos, quanto maior a feira, mais demorado fica, de quebra ainda nos possibilita ser solidários para que não haja desabastecimento.

Segunda sugestão, limpar os alimentos e embalagens que estão sendo trazidos para dentro de casa. Os alimentos percorrem diversos lugares, passam por muitas mãos e quanto maior a circulação do vírus, maior a possibilidade de ter algum desses itens com embalagens ou cascas que contenham algum deles.

Por isso precisamos adotar o seguinte procedimento: colocar todos os itens em cima do balcão da cozinha desocupado e limpar com álcool 70% as embalagens de arroz, feijão, bolachas, etc (se possível lavar), lavar as frutas e verduras com água corrente e deixar de molho em água com água sanitária (na medida de 1 litro de água para cada 1 colher de sopa de água sanitária), lavar os ovos com bucha e um pouquinho de detergente (na hora de usar). Trocar as embalagens das carnes, frangos etc, desprezando as embalagens das compras dentro de um saco de lixo daqueles que compramos. Nesse momento os sacos fornecidos pelos supermercados não devem ser reaproveitados.

Feito isso, lavar o balcão onde a feira foi depositada e comemorar o fato que cumprimos com mais um cuidado importante para gente e para os que amamos.

Terceira sugestão, e agora mais voltada aos cardápios. A verdade é que não há ainda um alimento apontado como sendo o “salvador da pátria”, (tomara que descubram). O vírus é muito novo, passado esse tempo de medo e dor, teremos uma avalanche de conhecimento científico, mas agora só nos resta a prudência.

Não estamos na época de fazer restrições severas e muito menos de completo descuido, do tipo comer em um dia a feira da semana. Lembrando que os hipertensos, diabéticos, cardíacos precisam estar compensados. Então vamos lá…

Saliento que nosso objetivo é manter o sistema imunológico funcionando bem, afinal ele será nosso grande aliado para que sejamos parte daqueles que, se inevitável contrair COVID, teremos sintomas brandos.

Fazer um cardápio de inclua alimentos frescos e variados, como frutas, legumes, grãos integrais, leites (de preferência desnatados e apenas para os que não são intolerantes à lactose), ovos, carnes e oleaginosos (castanhas, amendoins etc), evitando muito sal e muito açúcar é importante.

Parece simples, mas como fazer?

Podemos fazer 3 refeições maiores (chefe da manhã, almoço e jantar) e de 2 a 3 pequenos lanches, a depender do tempo entre as refeições grandes.

Para as refeições maiores, propomos que haja itens dos grupos de alimentos que contenham proteínas, carboidratos de boa qualidade e os reguladores, (fontes de vitaminas e minerais). Quais são eles?

Alimentos com proteínas, são os de origem animal, carne, frango, peixe, ovo, leite, queijo ou leguminosos, como feijão, ervilha, lentilha, soja e grão de bico.

Os alimentos ricos em carboidratos são as raízes, como inhame, macaxeira, batata doce, são também os pães e bolachas, torradas, arroz e macarrão, lembrando que devem ser preferencialmente integrais.

E os reguladores são frutas e vegetais, que devem ser comidos, quando possível, cru e com casca, para melhorar a quantidade de fibras boas para o intestino, que ajuda na manutenção da imunidade.

Para os lanches podemos escolher frutas, castanhas, iogurtes, preparações que misturem esses ingredientes e até um pedacinho de chocolate amargo para diminuir a tristeza.

Nesse momento é lembrar do ditado “prudência e caldo de galinha não faz mal a ninguém”, a hidratação é importante, portanto, bebam água, chás ajudam, sucos são bons, mas cuidado com álcool, nenhum excesso é recomendado.

Envolvido nessa química tem um monte de neuro hormônios, reações químicas, prefiro dizer que mais importante é saber que uma alimentação deve ser variada e com a maior quantidade de alimentos naturais possíveis, mas um dia de cardápio diferente, comprado na rua pelo telefone, também vale.

Depois disso, haveremos de conversar sobre comida e beleza, por enquanto, trataremos da saúde.
E como nem só de pão vive o homem, leve um solzinho pela janela, respire profundamente, faça alguma atividade física e se concentre na certeza de isso passará.

Um grande e afetuoso abraço, reafirmando, continuo à disposição para alguma dúvida que estiver no meu conhecimento.

Paz e bem.

Todas as postagens são de inteira responsabilidade do blogueiro.

Mais lidas

Além da pressão dos aliados, JHC tem agora que enfrentar ação no MP por R$

10 de julho de 2020 8:49 por Redação Na busca para reeleger-se, o prefeito

Alagoas conta com Núcleos de Apoio ao Fumante em 13 municípios

10 de julho de 2020 8:49 por Redação Com o objetivo de ajudar tabagistas

STF volta a julgar recurso de Collor para anular condenação por corrupção na Lava-Jato

10 de julho de 2020 8:49 por Redação O Supremo Tribunal Federal (STF) voltou

Marielle: a quem se destina a terra?

10 de julho de 2020 8:49 por Redação Por Eliane Brum, do portal Sumauma

CPI da Braskem tem 35 dias para concluir investigação, que inclui visita aos bairros destruídos

10 de julho de 2020 8:49 por Redação Com o objetivo de investigar a

Sem declarar IR cidadão não pode sequer receber prêmio de loteria que, acumulada, hoje sorteia

10 de julho de 2020 8:49 por Redação O prazo para entrega da Declaração

Risco de morte após a febre chikungunya continua por até 84 dias, diz Fiocruz

10 de julho de 2020 8:49 por Redação Em meio à epidemia de dengue e

Saúde volta a alertar alagoanos sobre medidas de prevenção contra a dengue

10 de julho de 2020 8:49 por Redação A Secretaria de Estado de Alagoas

10 Comentários

  • Amei!:

    • Obrigada pela sua atenção! Se possível, passe adiante…

      • Arrasou Amiga! Competencia aliada a Experiência e Comoromisso Ético como Ofício dá nisso – Expertise. Parabénsss!!

        • Gratidão pelo acolhimento. Com cuidado passaremos por tudo isso. Abraço

  • Estou seguindo à risca sua determinações alimentares.
    Excelente as suas recomendações.

    • Tudo isso vai passar e sairemos mais fortes.

  • Essa minha amiga, Kátia Betina , está sempre me deixando cheia de orgulho dela, nessa capacidade de trazer o simples para um alto grau de importância ??????????????Cada vez aprendo mais com você! Gratidão !!!!!!

    • Sou eu que agradeço sua atenção, justo você, que tem uma imensa experiência em ajudar através da comunicação. Beijo carinhoso

  • Muito bom!

    • Obrigada. Abraço

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *