“HIPNOSE” de Saci e Lzu., uma obra-prima do rap alagoano

3

10 de julho de 2020 por Redação

No dia 25 de março de 2020, quinta-feira, foi lançado “Hipnose”, uma produção independente alagoana feita pelos MC’s e beatmakers Saci e Lzu., que também é artista visual. O EP, “extended play”, que conta com 6 faixas e está disponível no Youtube, se destaca pela complexidade e a maturidade das letras e a estética essencialmente lo-fi.

A produção é o primeiro trabalho feito totalmente através da colaboração entre Saci e Lzu., que fazem parte da Febre do Rato Produções, selo musical e coletivo artístico maceioense. Segundo Lzu., apesar de estarem envolvidos em muitos trabalhos, esse foi o primeiro só dos dois.

“A construção do EP se deu de maneira muito espontânea, já que nós dois nos conhecemos há muito tempo. Numa dessas conversas casuais, resolvemos criar algo juntos. Enviei alguns beats para ele, ele selecionou, começou a escrever e tudo foi se encaixando”, diz Lzu.

“Hipnose” traz consigo a ideia de dar uma pausa para respirar um pouco em meio a todo o caos em que estamos vivendo. Surge como uma espécie de metáfora, que busca exercitar um certo olhar para dentro através de narrativas de acontecimentos e sentimentos cotidianos, ao passo que também busca nos fazer refletir sobre o nosso papel enquanto indivíduos nesse determinado lugar e momento histórico que vivemos.

“A arte vem como uma espécie de terapia para a gente”, complementa Lzu.

O lo-fi presente em “Hipnose” se reafirma como em sua essência e origem, low-fidelity, uma estética de aspectos caseiros. Nesse sentido, o rap lo-fi de Lzu. e Saci aponta para uma retomada do movimento “Do it yourself”, “faça você mesmo”, o que torna a obra muito mais livre em termos artísticos.

A postura independente de “Hipnose” afasta-o de se enquadrar nas demandas mercantilistas e da arte enquanto mero objeto da indústria cultural. O EP foge do genérico e do raso, mesmo se propondo a ser uma narrativa de fatos cotidianos. “Hipnose” vem para narrar sonhos, desejos e ambições, como fica explicito em “Quem mandou”, uma das faixas do EP, e em “Hipnose”, outra faixa cujo o nome é idêntico ao título da obra.

Além de “Hipnose”, Lzu. e Saci contam com um vasto repertório de obras já lançadas. Lzu., que tem colaborações com artistas de diversos países, produziu “Um retiro pro mundo dos caminhos”, “Memento Mori”, “Frutas Estragadas” (em colaboração com o carioca Lessa Gustavo), “Abstrações de você” (em colaboração com o alemão Smoke Trees), “Anos luz amizade” e “Catalepsia”, (feito em colaboração com Mordaz, rapper maceioense).

Enquanto que Saci, considerado um dos maiores expoentes do rap alagoano por Bruno Berle, lançou recentemente o clipe oficial da música “Cocó da Peste” com o grupo de rap o qual faz parte, Reles No Rules.

Além disso, ele também tem um álbum próprio, “Singularidade”. Todas as obras estão disponíveis nos perfis dos dois no Soundclound, Lzu. e Saci, ou no Youtube, Bandcamp e demais lojas de streaming, como Spotify, Deezer, Amazon, entre outros

 

 

Compartilhe

3 Comentários

Deixe uma resposta