terça-feira 28 de maio de 2024

FUTEBOL BRASILEIRO TEM QUE PARAR! NÃO SE BRINCA COM VIDAS ALHEIAS, MAS O MERCADO SÓ PENSA NOS LUCROS!

12 de agosto de 2020 11:29 por Nivaldo Mota

Para o bem geral da Nação, o campeonato brasileiro em todas as divisões, mais Copa do Brasil e o que ainda resta de estaduais, deviam parar já por conta da Covid-19.
Não tem saída, aqui e alhures vemos casos de contaminações generalizadas nos clubes, aqui mesmo em nosso estado, o CSA apresentou desde a semana passada casos de jogadores contaminados e mesmo assim foi obrigado a jogar contra o Guarani de Campinas pela primeira rodada da Série B.
Dois dias depois do jogo, o número de contaminados chegou aos alarmantes dezoito casos de atletas azulinos, lembram que antes do jogo com o time campineiro eram sete jogadores?
No domingo passado o Goiás conseguiu adiar sua estreia contra o São Paulo por conta de dezenas de jogadores contaminados, mesmo assim foi em cima da hora, quando o São Paulo e arbitragem já estavam em campo, um absurdo sem tamanho!

Quando o Brasil alcança a marca estratosférica, mais de 100 mil mortos, fruto da irresponsabilidade do governo Bolsonaro e muito dessa irresponsabilidade do próprio presidente que saiu às ruas diversas vezes, sem máscaras, ignorando todas as recomendações da comunidade cientifica internacional, para dizer que este vírus era apenas uma gripezinha, levando milhões a acreditar nesta tese funesta.

Mas a cartolagem, junto com os patrocinadores e redes de TV impuseram a tese mercadológica da volta ao futebol sem o mínimo de garantias e segurança para os profissionais envolvidos em um jogo de futebol.
Não deu outra, em uma semana da volta do futebol a nível nacional, jogadores começam a ser pegos nos exames com a Covid-19, como Corinthians que disputou a final do Paulista deste ano contra o Palmeiras. Obviamente que estes jogadores, citando-os como exemplo, contaminou mais gente neste jogo, seus companheiros e do adversário.

Slide 1
Slide 2

O CSA que jogou contra o Guarani no sábado passado, vários ali já estava transmitindo o vírus para os jogadores que estavam em campo.

Em minha opinião parava tudo e se não tiver como realizar a competição, paciência!
Não podemos achar e mentirmos para nós mesmos porque as contaminações continuarão a aumentar. A vida é mais importante do que qualquer coisa, o futebol tinha que esperar mais um pouco, parar agora, um mês talvez, fazer algo mais planejado para dar a segurança necessária para todos!

Quem sabe mudando o critério da competição, regionalizando em locais específicos, não teria rebaixamentos, enfim, são variadas as teses, mas é impossível fazer uma competição como esta, seja em qual série for, pulando de aeroporto o tempo todo e achar que está tudo normal!

Com um país continental como o nosso, infelizmente não vamos chorar de alegria com as vitórias dos nossos clubes, mas sim de mais mortes por este vírus terrível. Agora mesmo o Atlético de Goiás conseguiu uma liminar para jogar com o Flamengo pela 2° rodada da Série A com jogadores que testaram positivo para a Covid-19, pode isso?

O Sindicato dos Atletas Profissionais de São Paulo ameaça ir à justiça para paralisar o campeonato caso não haja novas mudanças nos protocolos que avaliam os jogadores. Está correto o sindicato, mas isso já devia ter sido providenciado, mesmo assim acho uma posição tardia e tímida!

Parar com o futebol é saída, não tem jeito, este vírus é altamente contagioso, brincar com vidas alheias é nocivo, mas a cartolagem, os ricos empresários, todos bem cuidados e seguros, não estão nem aí para as consequências de suas irresponsabilidades!

Mais lidas

Marielle: a quem se destina a terra?

12 de agosto de 2020 11:29 por Nivaldo Mota Por Eliane Brum, do portal

CPI da Braskem tem 35 dias para concluir investigação, que inclui visita aos bairros destruídos

12 de agosto de 2020 11:29 por Nivaldo Mota Com o objetivo de investigar

Sem declarar IR cidadão não pode sequer receber prêmio de loteria que, acumulada, hoje sorteia

12 de agosto de 2020 11:29 por Nivaldo Mota O prazo para entrega da

Risco de morte após a febre chikungunya continua por até 84 dias, diz Fiocruz

12 de agosto de 2020 11:29 por Nivaldo Mota Em meio à epidemia de dengue

Saúde volta a alertar alagoanos sobre medidas de prevenção contra a dengue

12 de agosto de 2020 11:29 por Nivaldo Mota A Secretaria de Estado de

PF indicia filho de Bolsonaro por falsidade ideológica e lavagem de dinheiro

12 de agosto de 2020 11:29 por Nivaldo Mota A Polícia Federal em Brasília

FAEC anuncia calendário anual de eventos esportivos para o público escolar

12 de agosto de 2020 11:29 por Nivaldo Mota A Federação Alagoana de Esportes

Bar do Doquinha: o lar enluarado da boemia

12 de agosto de 2020 11:29 por Nivaldo Mota Por Stanley de Carvalho* Há

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *