Copa América no Brasil divide políticos alagoanos

Governador Renan Filho definiu decisão de trazer evento para o Brasil como “um violento equívoco da CBF” e destacou que pandemia avança

0
Por Da Redação

Brasil venceu a última edição do torneio | Agência Brasil

Mesmo com o Brasil registrando mais de 462 mil mortes por Covid-19 e ocupando o 2° lugar no mundo no ranking de países com mais óbitos em decorrência da doença, o governo Bolsonaro aceitou sediar a Copa América. Organizada pela Confederação Sulamericana de Futebol (Conmebol), a Copa é a principal competição de futebol entre as seleções nacionais da América do Sul.

O evento estava marcado para acontecer na Argentina, mas o governo daquele país se negou a sediar a competição por enfrentar o agravamento da pandemia. Já é superior a 74 mil o número de mortos na Argentina, que é o 4º colocado no mundo em número de óbitos.

A decisão do governo brasileiro repercutiu em Alagoas, com o governador do Estado, Renan Filho (MDB), anunciando posição contrária à essa decisão. Ele disse inclusive que não aceitará a inclusão de Alagoas na lista de locais para realização dos jogos.

Definindo a decisão do governo como “um violento equívoco da CBF”, Renan Filho disse ainda que a negação à pandemia avança.

“Copa América no Brasil é violento equívoco da CBF. Infelizmente, a negação à pandemia avança a cada dia. Sou um grande amante do futebol, torcedor da Seleção, mas não compactuo com tamanha insanidade”, disse ele.

A decisão de sediar o torneio em meio à grave crise de saúde provocada pelo coronavírus, é criticada também por políticos e personalidades do esporte.

Favorável

A questão foi tema de debate na Assembleia Legislativa de Alagoas, na sessão desta terça-feira, 1º, quando o deputado Cabo Bebeto (PTC), aliado do presidente Bolsonaro, criticou as declarações de Renan Filho.

Sem considerar o agravamento da pandemia, e os mais de 4.600 alagoanos mortos, o parlamentar definiu como demagógica a posição do governador, lembrando eventos realizados este ano em Alagoas, como o Campeonato Alagoano, a Copa do Nordeste e a Copa do Brasil.

Banner

Deixe uma resposta