Procon Maceió autua seis agências bancárias por mau atendimento a clientes

Fiscais do órgão apuraram denúncias feitas por clientes das instituições financeiras

0
Por Da Redação

Diretor executivo do Procon Maceió, Leandro Almeida | Procon Maceió

Má prestação de serviços, tempo para iniciar atendimento acima do permitido e fila de consumidores aguardando atendimento fora das agências foram as principais irregularidades encontradas pelos fiscais do Procon Maceió durante “operação fila de banco”, realizada nesta segunda semana de junho.

No total, seis agências bancárias foram autuadas pelo órgão, após diversas denúncias feitas por clientes das instituições financeiras. “Essa operação é um meio de garantir aos cidadãos um atendimento presencial mais humanizado. Por isso, em casos de inconformidades no atendimento, é essencial que os consumidores formalizem as denúncias para que sejam tomadas todas as medidas necessárias”, afirma Leandro Almeida, diretor executivo do Procon Maceió.

De acordo com a Lei Municipal nº 5.516 de 2006, o tempo máximo de espera na fila do banco é de até 20 minutos. Em vésperas ou pós-feriados prolongados, dias de pagamentos dos funcionários públicos, vencimentos de contas de concessionárias de serviços públicos e de recebimento de tributos municipais, estaduais e federais, o tempo é de até 30 minutos.

A lei também determina que é dever de cada instituição bancária fornecer senhas com data e hora aos usuários no ato da espera do atendimento.

O consumidor que identificar ou suspeitar de irregularidade, pode acionar o órgão por meio do telefone 0800 082 4567 ou no WhatsApp (82) 98882-8326.

Banner

Deixe uma resposta