Escolas no Cepa são alvo de vândalos, que promovem furtos e depredação

Somente na Escola Estadual Afrânio Lages, prejuízo com vandalismo alcança R$ 10 mil

0
Por Da Redação

Vândalos roubaram fios da Escola Afrânio Lages, no Cepa | Cortesia

Fotos e vídeo recebidos pelo 082 Notícias mostram que escolas localizadas no Cepa, um dos maiores complexos educacionais da América Latina, localizado em Maceió, estão sendo alvo de furtos e depredação. As escolas estaduais Professor Afrânio Lages, Vitorino da Rocha e José Correia Titara, o antigo Instituto de Educação, estão abandonadas.

De acordo com a fonte da reportagem, na Escola Afrânio Lages os furtos e a depredação ocorrem desde abril último e a unidade já fez vários registros de ocorrência na Delegacia Virtual, além de comunicar a situação a todas as instâncias – superintendências, setor de segurança, gerência regional e secretário.

Fios, encanamento, torneiras e até as portas de alumínio dos banheiros da escola já foram levados. O prejuízo é estimado em R$ 10 mil. Veja vídeo:

Para facilitar a ação dos vândalos, todas as casas ao redor do Cepa estão desocupadas, por conta do afundamento do solo provocado pela mineração da Braskem, o que facilita a entrada na escola. Além disso, a Polícia Militar não faz rondas e a empresa Century, contratada para fazer o monitoramento da área não tem cumprido o seu papel.

“A Seduc [Secretaria de Estado da Educação] ficou de levantar o muro e iluminar com refletores e, até agora, nada”, diz a fonte ao 082 Notícias.

Torneiras do banheiro recém-reformado também foram levadas da Escola Afrânio Lages | Cortesia

Escolas foram realocadas

Os colégios Vitorino da Rocha e José Correia Titara foram realocados. O primeiro para um prédio alugado no bairro do Farol. O segundo remanejou os alunos concluintes para o Moreira e Silva, aproveitou o nome e o CNPJ da escola para ocupar um prédio novo em Massagueira.

O 082 Notícias aguarda pronunciamento da Seduc sobre as denúncias.

Banner

Deixe uma resposta