JOGADOR É SER HUMANO, NÃO É ROBÔ!

0
Por Nivaldo Mota

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Jogador de futebol é apenas um ser humano, não um robô, o que vemos em nosso calendário é uma vergonha, tal qual a quantidade de jogos, um em cima do outro, ninguém treina no Brasil, a Série B é a melhor definição disso!

Não que a Série A não tenha seus infortúnios, com os times disputando várias competições, viagens, jogadores cedidos a seleção brasileira ( ou dos empresários?), mas a Série B é cruel, muito cruel, colocando aqui um bordão do grande Januário de Oliveira.

Os times jogam terça, depois já começam uma outra rodada na sexta, sábado, domingo, depois viajam e jogam na terça ou quarta novamente. Não tem treinador que dê jeito, não pode fazer nada, a não ser entregar a camisa para quem ele acha que está melhor, nada mais que isso!

Afirmo isso porque a cobrança é grande por parte dos torcedores, faço mea culpa aqui, também solto meus impropérios contra os jogadores e treinadores, mas vamos cair na real, se já não são tão bons assim, imagine jogando a cada três dias, sem treinos, vivendo em concentração, os caras não conseguem ver os familiares, isso é um absurdo.

Contribui para isso a ganância dos dirigentes dos próprios clubes, CBF e Federações, que não estão nem aí para os seus atletas. Não estou exagerando, veja os campos em que os jogadores são obrigados a jogar, se tivéssemos seriedade nas coisas mais de 50% dos “estádios de futebol” seriam barrados em nível nacional. Se formos ver nos estaduais, em Alagoas, somente o Rei Pelé nos dias atuais teria condições de termos partida de futebol!

Os dirigentes, deviam lutar por um calendário mais racional, com jogos apenas nos finais de semana. Deixa o meio de semana para Libertadores, Sul-Americana, Copa do Brasil e a Copa do Nordeste, comece a ajustar por aí, quem sabe a gente vai melhorando,

Hoje se disputa uma Copa América com o campeonato nacional em andamento, não existe isso, era para ter parado, mas todos eles são reféns da TV que paga os clubes.

Enquanto os clubes forem serviçais da TV ( não é somente Rede Globo, o mercado vai ser igual com qualquer uma), nós vamos mal de pior, sem chances de bom futebol, vamos ver muitas vezes, jogadores dominando a bola na canela e dando tirambaço naquela dominada no peito.

 

Deixe uma resposta