Empresário arapiraquense se recupera em casa após transplante de pulmão pós-Covid-19

Caso de José Hipólito Correia Costa é o primeiro no país e raríssimo em todo o mundo

0
Por Marcos Berillo

Empresário José Hipólito já teve alta e segue tratamento em casa | Arquivo Pessoal

Em casa, na companhia da família, recuperando a parte motora após meses internado com Covid-19 e de ter entrado para a história da Medicina brasileira. O empresário arapiraquense José Hipólito Correia Costa, de 61 anos, segue vencendo batalhas contra as sequelas deixadas pelo novo coronavírus. Ele é o primeiro paciente do país a passar por um transplante de pulmão pós-Covid-19 bem-sucedido.

Segundo os médicos do Hospital Albert Einstein, de São Paulo, onde a cirurgia foi realizada em maio deste ano, o caso dele, de pacientes que sobreviveram e ficaram em condições clínicas favoráveis para receber um novo órgão, é raríssimo no mundo. José Hipólito ficou três meses em ventilação mecânica prolongada e três em circulação extracorpórea (ECMO), processo semelhante ao que enfrentou o ator Paulo Gustavo.

Com o pulmão totalmente comprometido por uma fibrose irreversível, sequela da Covid-19, o proprietário da Distribuidora Asa Branca somente teria chance de sobreviver caso fizesse o transplante.

Depois de uma longa recuperação, ele teve alta no último dia 5, uma conquista que foi comemorado pela família. “Hoje, é com imenso prazer que venho fazer esse boletim para comunicar que meu pai, depois de 257 dias de internação, teve alta! Agora, vamos trabalhar de ‘casa’ para ele reabilitar melhor a parte motora. Foi uma guerra imensa, mas, já ganhamos muitas batalhas nela! Hoje é dia de vitória, alegria de celebrar a força que ele tem, a vontade de viver, a dedicação da nossa família, a dedicação da equipe hospitalar, dos médicos e do milagre da nossa vida!”, disse a filha dele, Alice Costa.

Veja como foi a cirurgia:

Banner

Deixe uma resposta