O CANTO QUE SERVE A CHICO, SERVE A FRANCISCO

Privilegiada pelo dom natural para o canto, e por ter nascido em um ambiente musicalmente favorável, desde os 15 anos de idade Lara procurou os caminhos, às vezes tortos ou tortuosos, que a música lhe apontava, para alcançar os objetivos que o filho de Zeus lhe reservara.

0
Por Mácleim Carneiro

Em outubro de 2015, aconteceu no Teatro Deodoro o show Vertente, protagonizado pela cantora alagoana Lara Melo.

Como um dos resultados práticos e produto palpável desse espetáculo, temos ao alcance dos que ainda têm interesse por música de qualidade, além do DVD, o álbum homônimo ao show.

O álbum em questão, é um registro bastante fiel do que foi o primeiro show desse projeto arrojado de uma cantora, cuja trajetória começou animando festas da família e de amigos, para depois mostrar que santo de casa faz milagres e espalha encantamentos.

Privilegiada pelo dom natural para o canto, e por ter nascido em um ambiente musicalmente favorável, desde os 15 anos de idade Lara procurou os caminhos, às vezes tortos ou tortuosos, que a música lhe apontava, para alcançar os objetivos que o filho de Zeus lhe reservara.

De lá até aqui, Lara Melo se profissionalizou na ribalta aquariana, mas faltava ainda algo da dimensão de um grande show só dela, para ser acolhida definitivamente pelo público e pelo grande útero apolíneo da nossa principal casa de espetáculos.

O álbum ‘Vertente'(foto) é a prova irrefutável e realista de que Lara Melo estabeleceu um marco e um passo definitivo em sua carreira.

No +, MÚSICABOAEMSUAVIDA!🎶🎶🎶

Banner

Deixe uma resposta