7 de Setembro: protestos mostram tamanho minúsculo de Bolsonaro

Em Brasília, manifestação teve apenas 5% do público esperado

1
Por Da Redação

As manifestações antidemocráticas deste 7 de setembro, dia da Independência do Brasil, não fortaleceram o presidente Jair Bolsonaro. Apenas demonstraram o tamanho minúsculo que ele tem e, cada vez mais, o deixam isolado politicamente.

Segundo reportagem do Valor Econômico, um ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) recebeu, na manhã de hoje (7), a estimativa de público de 150 mil pessoas na Esplanada dos Ministérios, em Brasília-DF. O número equivale a 5% do público previsto pelos bolsonaristas em áudios e vídeos distribuídos nas redes às vésperas das manifestações.

Em Maceió, o protesto em defesa de Bolsonaro tinha pautas como a defesa do voto impresso, manifestações em defesa do presidente, do tratamento precoce contra a Covid-19, intervenção militar, entre outras pautas conservadoras. Os bolsonaristas, boa parte deles sem máscara, fizeram passeata na orla da capital.

Manifestantes pró-Bolsonaro fazem passeata em Maceió | Jamerson Soares/Cortesia

Resistência

Também na orla de Maceió, movimentos sociais e de defesa dos servidores públicos realizaram ato pacífico. Este, contra o presidente da República. As pessoas lembraram os quase 600 mil mortos durante a pandemia de Covid-19, o Marco Temporal para Demarcação de Terras Indígenas, que está para ser votado no STF e a reforma administrativa. Não houve registro de incidentes.

Manifestantes denunciam desmandos do governo Bolsonaro | Josiane Calado/Cortesia

 

 

Banner

1 comentário

  1. LAMENTÁVEL! Um veículo de comunicação que, em tese, se propõe a informar, ter a mediocridade de desinformar de maneira tão vil. Como alguém em sã consciência, honestidade e retidão moral ousa dizer que as multidões que se sucerderam pais afora, no 7 de setembro, (em azul, verde e amarelo).foram um fiasco ou que não deu gente. Sejam sincerosne tenham vergonha.

Deixe uma resposta