Café Miracica: tradição de geração a geração

Filhos e netos de 'Dão do Café' seguem produzindo café artesanal no sítio Olho d’Água após mais de 50 anos, em Garanhuns

1

Café Miracica é produzido artesanalmente há mais de 50 anos | Divulgação

Patriarca da família Ferreira, Sebastião Ferreira de Lima, o “Dão do Café”, iniciou o cultivo dos grãos há mais de 50 anos no município de Garanhuns, no Agreste de Pernambuco, passando o gosto pela cultura do café de geração a geração.

Hoje, os seus filhos e netos seguem produzindo café artesanal no sítio Olho d’Água, no distrito de Miracica.

O café artesanal Miracica é plantado numa altitude de 900 metros acima do nível do mar, sem que sejam utilizados agrotóxicos. O processo de colheita e torrefação, moagem e empacotamento são totalmente manuais.

O café Miracica é encontrado na Lojinha da Vinícola Vale das Colinas e nas lojas e supermercados de Garanhuns.

O café no Brasil

No Brasil, o café começa a ser plantado no século XVIII, quando as primeiras mudas foram cultivadas por Francisco de Melo Palheta, em 1727, na província do Pará. A produção em escala comercial para exportação ganhou significado econômico no início do século XIX.

O café foi o principal produto de exportação da economia brasileira durante o século XIX e o século XX, garantindo as divisas necessárias à sustentação do Império e continuou, na República, sendo uma importante fonte de divisas.

Em Pernambuco, o plantio do café começou na época do Brasil Império, no município de Garanhuns, com predominância da espécie Coffea arabica. Os dados indicam que 92% dos cafeicultores estão concentrados no Agreste e 8% no Sertão pernambucano.

Serviço:

Café Miracica

(087) 999708814

(087) 981244060

www.instagram.com/cafe_miracica/channel/

1 comentário

  1. Maria de Fátima em

    Bom saber. Quando ia Garanhuns, comprava outra marca de lá, também de ótima qualidade. Vou procurar esse aí, principalmente sabendo que não usam agrotóxicos.

Deixe uma resposta