Golpistas enganam ambulantes cobrando R$ 200 por falso alvará

Com início da temporada turística aumenta o comércio informal na orla

0
Por Da Redação

A Polícia Civil de Alagoas deverá investigar o golpe aplicado em vendedores informais que atuam na orla de Maceió. Se passando por fiscais da Prefeitura, golpistas cobravam R$ 200 por um alvará de funcionamento do comércio ambulante. Eles chegavam a indicar bairro e rua para o ambulante comercializar água, coco e refrigerantes.

Secretaria divulgou imagem do falso alvará entregue pelos estelionatários | Fotos: Semscs

Os ambulantes só perceberam que foram enganados ao serem abordados pelas equipes de fiscalização da Secretaria Municipal de Segurança Comunitária e Convívio Social (Semscs), que identificaram a falsidade do “alvará” entregue a eles pelos estelionatários.

A orientação dos fiscais foi para que os ambulantes informassem o caso à Prefeitura, e buscassem informações sobre a forma correta de se cadastrarem.

“Estamos atentos aos estelionatários de plantão, que querem se aproveitar desse momento de aumento do comércio de ambulantes para aplicar golpes. Reforçamos que o único caminho para conseguir um alvará de exercício de comércio informal é através do protocolo feito pessoalmente na Semscs”, disse o titular do órgão, Thiago Prado.

Documento verdadeiro, que pode ser obtido na Semscs

O secretário explicou que, para conseguir alvará de permissão de comércio informal, os ambulantes devem comparecer a Semscs, na Rua Alexandre Passos, no bairro de Jaraguá, com CPF, RG e comprovante de residência em Maceió. Mais informações pelos números 3312-5270 e 3312-5289.

Os responsáveis pelo golpe podem responder pelos crimes de estelionato e falsificação de documento público, que preveem pena de reclusão de dois a seis anos, e multa.

Com Ascom Semscs

Deixe uma resposta