III Mostra Quilombo de Cinema Negro e Indígena começa neste domingo (28)

Serão 14 filmes de diversas regiões do Brasil exibidos em formato online

0

Filme 4 bilhões de infinitos é uma das atrações da Mostra | Reprodução

Entre os dias 28 de novembro e 04 de dezembro, o Mirante Cineclube promove, em formato totalmente virtual, a III Mostra Quilombo de Cinema Negro e Indígena. A edição deste ano contará com a exibição de filmes e conversas com pesquisadores e realizadores audiovisuais, que poderão ser conferidos no site mostraquilombo.mirantecineclube.com.br.

A Mostra Quilombo, que é realizada desde 2019, nasceu com o objetivo de dar visibilidade às produções de realizadores negros e indígenas, sendo um espaço para o entrelaçamento de raízes, onde o olhar estrangeiro não exerça influência. Segundo a curadoria, formada por Lucas Litrento, Roseane Monteiro e Ziel Karapotó, a mostra é uma oportunidade de “aquilombar para criar, experimentar, denunciar, mudar”.

Até o último dia da mostra, serão exibidos 14 filmes, frutos de produções individuais e coletivas, divididos em duas sessões: a Sessão Motirõ e a Sessão Kilombo. Para dar início à programação das conversas, na segunda (29), às 19h, haverá a Mesa de Curadoria, com mediação de Tatiana Magalhães.

Na quinta (02), a partir das 15h30, a Mostra Quilombo recebe Karkará Tungá para o minicurso “Desconfigurando o olhar colonial: semeando outros mundos”. As inscrições devem ser feitas pelo link https://forms.gle/69rMRtoNUQCsK5ih8. No mesmo dia, às 19h, haverá a mesa “Realização de cinema indígena em Alaqoas”, mediada por Beatriz Vilela, com os convidados Ziel Karapotó, Marcelo Tingui e Cristiany Wakonã.

Na sexta (03), a programação da Mostra Quilombo terá a participação de Kênia Freitas falando sobre a “Crítica de cinema implicado”, uma reflexão sobre as experiências de festivais online e como representação e representatividade podem ser pensadas para além da visibilidade. Para participar, basta acessar o link https://forms.gle/zUahFmFpRNuHfZC87.

Apesar do formato online, na quarta (01), o Mirante Cineclube irá levar a III Mostra Quilombo de Cinema Negro e Indígena para uma exibição especial na Aldeia Mãe Serra do Capela, em Palmeira dos Índios.

CONFIRA OS FILMES DA III MOSTRA QUILOMBO DE CINEMA NEGRO E INDÍGENA

Sessão Motirõ

Erêkauã, dir. Paulo Accioly – AL – 1 min
Ethxô Nandudya, dir. Fernando Matos, Narriman Kauane, Raryson Freitas, Tayho Fulni-ô, Thales Matos – PE – 11 min
4 bilhões de infinitos, dir. Marco Antônio Pereira – MG – 14 min
Fôlego Vivo, dir. Associação dos Índios Cariris de Poço Dantas-Umari – SP – 25 min
LEALDADE, dir. Ana Stela Cunha e Milla Negrah Avelar – RN – 7 min
Raiz Farinha Beiju, dir. Projeto de extensão Histórias de Quilombo Projeto de Pesquisa Práticas e conhecimentos quilombolas na Paraíba e no Rio Grande do Sul – PB – 9 min
Cinema contemporâneo, dir. Felipe André Silva – PE – 5 min
Inabitáveis, dir. Anderson Bardot – ES – 25 min

Sessão Kilombo

SERIAM OS DEUSES AFRONAUTAS, dir. Rogério Farandóla e Ju Barros – RS – 3 min
Nakua pewerewerekae jawabelia / Hasta el fin del mundo / Até o fim do mundo, dir. Margartita Rodriguez Weweli-Lukana, Juma Gitirana Tapuya Marruá, Felipe Chamarrabi, Gurcius Gwedner, Vaneza Vargas, Dayana Vargas, Hector Reyes e moradores do Resguardo Indígena Sikuani Guacamayas. – Colômbia, PE/Brasil, RJ/Brasil – 16 min
Forrando a Vastidão, dir. Higor Gomes – MG – 15 min
Nove águas, dir. Gabriel Martins e Quilombo dos Marques – MG – 25 min
Kaapora – O chamado das matas, dir. Olinda Muniz Wanderley – Yawar – BA – 20 min
ORUNMILÁ, dir. Danúbia Serena e Rerisson Almeida – BA – 14 min

SESSÕES PRESENCIAIS

Neste ano, a III Mostra Quilombo de Cinema Negro e Indígena também esteve presente na programação do Festival Quilombagem, realizado na Casa do Congresso do Povo Brasileiro, no bairro da Levada, no dia 18 de novembro; na I Virada Cultural Preta – Grito dos Palmares, no Complexo Cultural Teatro Deodoro, no dia 19 de novembro e, após mais de um ano e meio, o Mirante Cineclube voltou à sua casa, o Centro Cultural Arte Pajuçara, para a sessão presencial da mostra, no dia 20 de novembro.

Para as exibições presenciais, foram escolhidos dois filmes de Pedro da Rocha, importante realizador audiovisual alagoano, falecido em 2021, filmes de realizadores indígenas alagoanos e dois filmes da mostra online.

SERVIÇO:

Evento: III Mostra Quilombo de Cinema Negro e Indígena
Data: 28 de novembro a 04 de dezembro
Formato: Online – mostraquilombo.mirantecineclube.com.br

Deixe uma resposta