terça-feira 31 de janeiro de 2023

O que defendem os deputados federais de Alagoas

21 de março de 2022 6:26 por Da Redação

A bancada de Alagoas na Câmara Federal é formada pelos deputados Arthur Lira (PP), Marx Beltrão (PSD), Sérgio Toledo, Severino Pessoa, Pedro Vilela (PSDB), Nivaldo Albuquerque (PTB), Isnaldo Bulhões (PMDB), Tereza Nelma (PSDB) e Paulão (PT). São nove cadeiras que o estado tem no Legislativo federal.

Esses nove parlamentares representam 3,33 milhões de alagoanos, o equivalente a 1,58% da população brasileira. Foram eleitos, e alguns reeleitos, em 2018, para um mandato de quatro anos. Foram empossados em janeiro de 2019, e o mandato deles termina em dezembro deste ano.

Nada de novo nessas informações, exceto que todos, ou praticamente todos, querem continuar no cargo. Assim, faltando 6 meses para a eleição em que as nove vagas serão renovadas, o eleitor deve procurar saber quem é quem, entre os atuais representantes de Alagoas na Câmara dos Deputados.

A bancada de deputados federais, em sua absoluta maioria, representa a si mesma e a interesses empresariais. Há na bancada de Alagoas, representantes de setores marginais da vida brasileira, a exemplo de madeireiros, invasores de terras indígenas e defensores do agrotóxico, figuras que se autodenominam empresários do agronegócio.

Quem é quem

Arthur Lira (PP) – Tem 52 anos, é graduado em Direito, embora nunca atenha exercido a advocacia. Sua principal atividade, de fato, é ser latifundiário e político profissional. É o atual presidente da Câmara Federal. É representante dos interesses privados de proprietários rurais e de corporações como os “donos” de cartórios. É defensor da privatização das terras indígenas, dos interesses dos banqueiros e dos investidores do mercado financeiro. As influências e o domínio de máquinas estatais, e no presente o controle do Orçamento secreto, o mantêm no poder.

O deputado federal Marx Beltrão | Divulgação

Marx Beltrão (PSD) – Tem 43 anos, é graduado em Direito, mas nunca advogou. Seu primeiro mandato eletivo é de 2004, quando se elegeu prefeito do município de Coruripe, sendo reeleito em 2008. Exerce o 2º mandato de deputado federal. Foi ministro do Turismo. Sua principal atividade profissional é o exercício de mandato parlamentar. Representa a bancada ruralista, os interesses familiares e o que mais possa fazer para manter-se no poder. Atualmente é apoiador de Jair Bolsonaro.

 

Sérgio Toledo (PL) – Tem 60 anos. Desde 1990 é tabelião, oficial de Registro de Imóveis, em Maceió. Foi deputado estadual em quatro legislaturas. Foi eleito deputado federal pela primeira vez, em 2018. É latifundiário, possui grande extensão de terras em Alagoas e no estado da Bahia. Representa os interesses dos proprietários rurais e dos donos de cartórios. É um dos articuladores da bancada dos cartórios na Câmara Federal.

Pedro Vilela | Assessoria

Pedro Vilela (PSDB) tem 37 anos, é advogado, mas não exerce a profissão. É filho de usineiro. Foi secretário de Esporte e Lazer, da Prefeitura de Maceió, cargo que deixou em 2014. Foi eleito deputado federal nesse mesmo ano, e ao fim do mandato não conseguiu a reeleição, ficando na primeira suplência. Assumiu o mandato como primeiro suplente do então deputado João Henrique Caldas, o JHC, que se elegeu prefeito de Maceió. No cargo, Vilela tem votado sistematicamente pela redução dos direitos dos trabalhadores. É favorável a precarização do trabalho, votou no projeto da Previdência Social que reduziu garantia e direitos dos cidadãos e das pensionistas. Faz parte da bancada ruralista e votou pela legalização das invasões das terras indígenas e dos garimpos na Amazônia.

Severino Pessoa

Severino pessoa (Republicanos), 52 anos, empresário e tem o ensino médio completo. Representa os interesses do grupo empresarial da família em Arapiraca e na região Agreste de Alagoas. Exerceu mandato de vereador em Arapiraca e três de deputado estadual. Está no primeiro mandato como deputado federal. É bolsonarista e vota contra os interesses dos trabalhadores.

Nivaldo Neto| Reprodução Instagram

Nivaldo Albuquerque (Republicanos) tem 34 anos, é pecuarista e filho de latifundiário. Seu grau de instrução é superior incompleto. É bolsonarista de primeira hora. Representa os interesses da família, é membro da bancada da bala, do boi e da bíblia. É autor do Projeto de Lei (PL 3850/20) que isenta a compra de armas de fogo, munições e acessórios do pagamento do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) e do Imposto de Importação, desde que a aquisição seja feita por órgãos de segurança ou por seus integrantes. “Vamos apoiar e promover medidas que fortaleçam a defesa das pautas cristãs e conservadoras no Parlamento e fora dele” – repete frequentemente. Vota sistematicamente contra os interesses dos trabalhadores.

Isnaldo Bulhões

Isnaldo Bulhões (PMDB), 46 anos, funcionário público, é membro de uma família com trajetória política em Alagoas. Seu pai, Isnaldo Bulhões, foi deputado estadual, conselheiro do Tribunal de Contas e prefeito de Santana do Ipanema (AL). A mãe, Renilde Bulhões, foi prefeita de Santana do Ipanema (AL) e suplente do senador Fernando Collor; o tio, Geraldo Bulhões se elegeu deputado federal por cinco legislaturas, e foi governador de Alagoas. A irmã, Christiane Bulhões, é a atual prefeita de Santana do Ipanema. Na Câmara Federal representa os interesses familiares e de empresa privadas.

Tereza Nelma

Tereza Nelma (PSDB), tem 64 anos, é graduada em psicologia. Foi vereadora em Maceió. Exerce o primeiro mandato de deputada federal. Representa os interesses da Pestalozzi e de outras entidades assistenciais. Tem votado nas pautas que interessam os trabalhadores.

Paulão (PT-AL) | Divulgação

Paulão (PT), 64 anos, eletricista (aposentado) da Companhia de Eletricidade de Alagoas (Ceal), iniciou sua trajetória política no movimento sindical. Foi presidente da Associação dos Técnicos Industriais de Alagoas (1986-1987), presidente do Sindicato dos Urbanitários de Alagoas (1987 e 1993) e presidente da Central Única dos Trabalhadores (1996-1997). Foi duas vezes vereador em Maceió e duas vezes deputado estadual. Está exercendo o terceiro mandato de deputado federal. É o representante da esquerda e dos trabalhadores na Câmara Federal. Tem votado sistematicamente a favor das reivindicações que garantem direitos aos trabalhadores.

Mais lidas

Na luta contra o terrorismo PM’s alagoanos vão reforçar segurança em Brasília

21 de março de 2022 6:26 por Da Redação Cinquenta policiais militares alagoanos já

Pré-matrícula para alunos novatos começa dia 16 de janeiro

21 de março de 2022 6:26 por Da Redação A pré-matrícula para novatos da

Sidarta: A necessária lucidez sobre as drogas

21 de março de 2022 6:26 por Da Redação Por Inês Castilho, do Outras

O maior assalto da história ao cofres da Petrobras

21 de março de 2022 6:26 por Da Redação Para onde está indo o

Bolsonaro e Silvestre Péricles fazem ‘pegadinhas’ para sucessores nos palácios

21 de março de 2022 6:26 por Da Redação O primeiro dia do presidente

Inep publica o cronograma para o Enem 2023

21 de março de 2022 6:26 por Da Redação          

‘’A gente quer comida, diversão e arte’’, Margareth Menezes tomará posse do cargo de ministra

21 de março de 2022 6:26 por Da Redação   A cantora baiana, muito

Governo Lula mantém MP que zera impostos sobre preços dos combustíveis até fevereiro

21 de março de 2022 6:26 por Da Redação Apesar do receio de muitos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *