Administração mequetrefe leva Rei Pelé a ter público de ginásio!

Sem nenhuma cadeira, arena hoje tem capacidade para 14 mil pessoas

0

17 de abril de 2022 por Nivaldo Mota

Divulgação

Diminuíram a capacidade do estádio! Um MP ( Ministério Público), que não sabe nada de futebol, a PM que não quer ter trabalho, e uma administração boçal e caótica do estádio, para não contrariar o governador, para se segurar nos cargos, só fez balançar a cabeça para estas instituições.

O Rei Pelé, quando da sua inauguração, cabiam cerca de 45 mil pessoas. Tirando o jogo inaugural, que teve um público de umas 50 mil pessoas, o jogo que aproximou mais deste número foi Brasil x Irlanda em 1981, com 39 mil pagantes.

O maior clássico, CRB x CSA, foi cerca de 35 mil pagantes, isso em um campeonato brasileiro de 1976. Depois da reforma do GB, que acabou coma Geral e cadeirou o estádio todo, o público ficou em 25 mil lugares.

No jogo da final do CSA na COMMEBOL, com certeza tinha mais gente que isso aí! Pois bem, com Teothonio Vilela, o estádio passa por mudanças, tiram as cadeiras que pareciam penicos, colocam umas cadeiras melhores, mas por exigências da Comando e da Mancha, Jorge VI, retira uma parte das cadeiras aonde estas torcidas tradicionalmente ficam.

Mas repare, neste período, o público é diminuído para 19 mil lugares. O argumento é que as cadeiras maiores, tiravam mais espaços.

Mas aí vem o suprassumo da verdadeira “fuleiragem” com o torcedor e os clubes, como não precisam do público e abaixam as cabeças para receber as migalhas que governo oferece ( num país sem desemprego, miséria, todos morando e vivendo com dignidade, ainda era para ser pensado este tipo de ajuda com o dinheiro público para algo privado e que hoje movimente milhões de reais), não questionaram quando esta administração atual, mequetrefe, tacanha e de uma pequenez nunca vista, colocaram uns gradis que eles dizem que é para proteger, no fundo mesmo fez tirar público do estádio,

Hoje, pasmem vocês todos, sem nenhuma cadeira, hoje tem capacidade para 14 mil pessoas, uma vergonha!

Deixe uma resposta