Dia das mães é feriado? Conheça a origem da data comemorativa

Data não está presente no calendário de feriados e pontos facultativos de 2022

0

Foto: Pixabay

Por Vitoria Silva, do Jornal DGI

No Brasil, o Dia das Mães é sempre comemorado no segundo domingo do mês de maio. Em 2022, a celebração vai cair no dia 8 do mês. Uma dúvida que costuma surgir é se Dia das Mães é feriado, saiba mais sobre a história desta data.

Dia das Mães é feriado nacional?

Apesar de ser um momento importante para celebrar e agradecer a todas as figuras maternas, o Dia das Mães não é feriado nacional. A data não costuma ser determinada como um dia de folga, assim como não está presente no calendário de feriados e pontos facultativos de 2022, divulgado pelo Ministério da Economia em dezembro do ano passado.

No entanto, como no Brasil ela é celebrada sempre no segundo domingo de cada mês, acaba coincidindo como um dia tradicional de descanso para grande parte da população. Assim, o dia 8 de maio será um momento especial para que os filhos demonstrem sua admiração e presenteiem suas mães por tudo que elas têm feito.

Como surgiu o Dia das Mães

Apesar do fato de que o Dia das Mães não é feriado, a origem dessa data remonta a Grécia Antiga. Em comemoração a entrada da primavera, era celebrada a deusa Reia, Mãe dos deuses, ou, na mitologia romana, Cibele, conhecida também como Magna Mater. Na tradição cristã, o Império Romano deu continuidade a celebração voltada para figuras maternas, porém ela era realizada no quarto domingo da Quaresma. Esse festival cristão ficou conhecido como “Domingo da Maternidade”.

A celebração se espalhou pelo Reino Unido e partes da Europa, em que foi originalmente vista como um momento em que os fiéis deveriam retornar a sua “igreja-mãe”, que era a igreja principal próxima a sua casa, para realizarem um serviço especial. Com o passar do tempo, a data foi se caracterizando como um feriado secular, em que as crianças presenteavam suas mães com flores e outras formas de agradecimento.

No entanto, o Dia das Mães começou a se popularizar durante o século 19, nos Estados Unidos. Anteriormente à Guerra Civil, surgiu a figura de Ann Reeves Jarvis, que iniciou os “Clubes de Trabalho do Dia das Mães”, com o objetivo de ensinar as mulheres a cuidarem adequadamente de seus filhos. Mais tarde, essas associações se tornaram uma força unificadora em uma região do país que ainda estava dividida durante o conflito civil. Assim, em 1868, ela organizou o “Dia da Amizade das Mães”, no qual elas teriam que se reunir com os ex-soldados da União e Confederados para promover a conciliação entre os dois lados.

A data só foi se concretizar, de fato, a partir dos esforços de sua filha, Anna Jarvis. Com o falecimento da mãe, em 1905, ela decidiu originar o Dia das Mães, como uma forma de homenagear os sacrifícios que as mães fizeram por seus filhos. E, em maio de 1908, Anna organizou a primeira celebração oficial da data comemorativa, em uma igreja em Grafton, na Virgínia Ocidental.

No mesmo dia, também foi realizado um evento de celebração em uma loja de varejo da Filadélfia, que contou com a participação de milhares de pessoas. Diante desse sucesso, Jarvis passou a exigir que a data entrasse para o calendário dos feriados nacionais, iniciando até mesmo uma campanha para isso. Após o dia já ter sido adotado como feriado anual por diversos estados, cidades e igrejas, em 1914, o presidente Woodrow Wilson determinou oficialmente que o segundo domingo de maio seria Dia das Mães nos Estados Unidos.

Dia das Mães no Brasil e no mundo

Apesar de suas origens remeterem aos Estados Unidos e à Europa, o Dia das Mães é celebrado ao redor do mundo inteiro, com diferentes tradições. Na Tailândia, por exemplo, ele é comemorado em agosto, no aniversário da rainha Sirikit. Já na Etiópia, as famílias se reúnem todo outono para cantar canções e comer um grande banquete, como parte do Antrosht, uma celebração de vários dias em homenagem à maternidade.

No Brasil, a primeira festividade voltada para o Dia das Mães foi realizada em 1918, na cidade de Porto Alegre, promovida pela Associação Cristã dos Moços. Mas a comemoração foi oficializada apenas em 5 de maio de 1932, por meio de um decreto do então presidente Getúlio Vargas, que determinou que todo o segundo dia de maio seria “consagrado às mães, em comemoração aos sentimentos e virtudes que o amor materno concorre para despertar e desenvolver no coração humano, contribuindo para seu aperfeiçoamento no sentido da bondade e da solidariedade humana”.

Quais são os próximos feriados de 2022

Em 2022, vamos ter 9 feriados nacionais e 5 pontos facultativos. Entre eles, o Dia das Mães não é feriado. Os feriados do primeiro semestre do ano já estão se esgotando, em que a próxima oportunidade de descanso será no dia de Corpus Christi, em 16 de junho, mas que é considerado ponto facultativo. Confira todas as datas restantes no calendário:

  • 16 de junho: Corpus Christi (ponto facultativo);
  • 7 de setembro: Independência do Brasil (feriado nacional);
  • 12 de outubro: Nossa Senhora Aparecida (feriado nacional);
  • 28 de outubro: Dia do Servidor Público (ponto facultativo);
  • 2 de novembro: Finados (feriado nacional);
  • 15 de novembro: Proclamação da República (feriado nacional);
  • 25 de dezembro: Natal (feriado nacional).

Deixe uma resposta