Professora Regla Toujaguez é a mais nova cidadã honorária de Maceió

Comenda à professora cubana foi concedida pelo vereador Drº Valmir (PT/AL)

0

18 de maio de 2022 por Da Redação

Foto: Assessoria

A professora doutora Regla Toujaguez La Rosa Massahud recebeu, na segunda-feira (16), o título de Cidadã Honorária da Câmara Municipal de Maceió, por meio de indicação do vereador Drº Valmir (PT/AL).

“A professora Regla Toujaguez já é maceioense, há um bom tempo, a comenda foi apenas para oficializar e documentar o sentimento de todos os companheiros de trabalho, alunos, amigos e familiares. O título de Cidadã Honorária é uma forma de agradecimento e homenagem a essa mulher que já fez e continua fazendo tanto pela nossa Maceió”, destacou o parlamentar.

Nascida em Havana, Cuba, a professora doutora Regla Toujaguez La Rosa Massahud, se mudou para Maceió no ano de 2012, quando foi empossada como professora de Geologia da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), no Instituto de Geografia, Desenvolvimento e Meio Ambiente (IGDEMA). Desde 2015, Regla é professora adjunta do Campus de Engenharias e Ciências Agrárias (Ceca) da Ufal.

Serviços prestados

Sua contribuição vai além da educação e formação de novos profissionais.  Regla tem uma enorme dedicação aos projetos de Pesquisa e Extensão direcionados à Conservação do Solo no controle de erosão em encostas de Maceió com uso do Sistema Vetiver, e aplicou estudos nessa linha em Jacarecica, Rio Largo e em Maceió, na encosta da Borracheira, no Mutange. Também atuou na identificação de rotas de fuga em situações de deslizamento na Grota da Cycosa em Maio de 2017.

A convite do Serviço Geológico Brasileiro (CPRM), participou durante os anos de 2018 e 2019 dos estudos de caracterização Mineralógica na identificação da causa da subsidência do solo nos bairros do Pinheiro, Bebedouro, Mutange e parte do Bom Parto. Coordena desde 2020 o Projeto de Inovação Tecnológica do Edital Centelha–AL, direcionado a transformar um resíduo da mineração de agregados em fertilizante agroecológico.

Estufa agroecológica

E como parte desse projeto, preside a startup Bioinsugran Pesquisa Agrícola Ltda, cuja equipe de pesquisadores e estudantes de Agroecologia e Engenharia Florestal do Ceca-Ufal construiu a primeira Estufa Agroecológica de Alagoas, a qual atenderá também a produção de mudas para projetos comunitários como Farmácia Viva.

Aplica tecnologias sociais com uso da gramínea Vetiver como parte da Bioengenharia de Solos, para o controle de erosão acelerada em encostas de Maceió. E participa também do programa de apadrinhamento de crianças abrigadas, criado pela 28ª Vara da Infância e da Juventude de Maceió.

Fonte: Assessoria

Compartilhe

Deixe uma resposta