Indicação de militar gera primeira crise no governo Paulo Dantas

0

21 de maio de 2022 por Da Redação

 

Governador Paulo Dantas (MDB) se vê diante de crise: movimentos sociais contra um oficial da PMAL | Assessoria

O governador Paulo Dantas se depara com a primeira turbulência da gestão iniciada no último dia 16. E o mais grave é que essa crise ocorre na área da segurança pública, uma das mais sensíveis em qualquer governo. Ao nomear para o Comando do Policiamento da Capital (CPC), o coronel PM Walter do Valle de Melo Júnior, um bolsonarista com militância ativa nas redes sociais, Dantas chamou para si a insatisfação dos movimentos sociais e sindicais do estado.

Em nota, protocolada no Palácio República dos Palmares, as entidades apontam o oficial como repressor ostensivo da população das periferias e das organizações populares.

“Reconhecido como linha dura e bolsonarista de carteirinha, a sua nomeação coloca em grave risco as vidas dos vulneráveis e pode representar um crescimento da violência policial contra a liberdade de expressão e as mobilizações históricas por terra, moradia e dignidade humana”.

Cel Do Valle é alvo da insatisfação dos movimentos sociais | Foto: Arquivo Pessoal

Também em nota pública, o Partido dos Trabalhadores endossou o protesto das entidades e dos movimentos sociais contra a nomeação do coronel Do Valle, e pediu providências ao governador Paulo Dantas. “Sabedor de seu compromisso com a democracia e a paz e a segurança do povo alagoano, o Partido dos Trabalhadores solicita que providências imediatas sejam tomadas” – manifestou-se o PT.

Para o partido, a Polícia Militar tem em seus quadros “oficiais com capacidade de exercer o comando do Policiamento da Capital (CPC) e com a folha de serviços limpa, sem os agravantes do coronel Do Valle”.

A nota petista também relembra fatos negativos sobre a atuação do oficial.

“Não bastasse o histórico de repressão às periferias e organizações populares, a utilização das redes sociais, em horário de trabalho e utilizando o uniforme da Polícia Militar de Alagoas, para declarar posicionamento político e defesa de valores morais pessoais, não pacifica, tampouco traz segurança para a população de Maceió” – afirma o texto divulgado.

Discurso oposto

O coronel Do Valle é o oposto de tudo que o então deputado Paulo Dantas verbalizou nos últimos meses, inclusive assumindo bandeiras políticas dos movimentos sociais.

Vale ressaltar ainda que entre as dezenas de entidades que assinam a nota de protesto pela indicação do cel. Do Valle para o CPC, há várias cujas lideranças declaram apoio à candidatura de Paulo Dantas à reeleição.

Esse é o tipo do problema cuja resolução deve ser rápida e cirúrgica. Postergar uma decisão cobrada pela sociedade representa severa perda política. Mesmo tendo apenas meses para governar, Paulo Dantas precisa demonstrar compromisso com os movimentos sociais e com eles estabelecer diálogo.

Deixe uma resposta