quarta-feira 7 de dezembro de 2022

Deputado Arthur Lira enfrenta cenário desfavorável para continuar no comando da Câmara Federal

12 de novembro de 2022 4:25 por Da Redação

Arthur Lira enfrentará uma séria batalha na tentativa de se reeleger presidente da Câmara Federal | Divulgação

Concluída a eleição para presidente da República, a disputa pela presidência da Câmara dos Deputados é a principal luta pelo poder no Brasil. O atual presidente, deputado Arthur Lira (PP) trabalha para ser reeleito desde 2021, quando assumiu o cargo.

Para isso, vale lembrar, articulou a maior sangria dos cofres públicos da história da República, esquema conhecido como Orçamento Secreto, beneficiando parlamentares que garantiram a ele ser o presidente.

A sangria ultrapassou os R$ 50 bilhões.

É voz corrente entre deputados federais reeleitos, e também entre os novatos, que desta vez haverá disputa em grau mais elevado do que em 2021.

Na disputa por um novo mandato o quadro é bem desfavorável a Arthur Lira. Desta vez, o deputado não contará com o derrame de dinheiro do governo, como em 2021, quando o ainda presidente Jair Bolsonaro não teve limites para bancar sua campanha.

Diferencial

Uma das análises necessárias é diferenciar o exercício do cargo de presidente da República por Jair Bolsonaro, e pelo presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva. Na verdade, não há parâmetro para essa comparação. Sem trânsito no parlamento, Jair Bolsonaro foi colocado em cativeiro político pelos deputados Ciro Nogueira e Arthur Lira, lideranças do Centrão.

Já o presidente Lula, que durante a campanha pontuou ser imprescindível eleger uma bancada de apoio e formar uma base ampla de sustentação do governo para aprovar os projetos nas casas legislativas, antes mesmo de assumir intensificou as conversas com os partidos e as instituições da República.

Lula tem feito busca ativa por apoio político-parlamentar e em todo sociedade, mesmo declarando que não se envolverá com a eleição no Legislativo e que o PT não apresentará candidato.  O presidente eleito também envia sinais de que precisa contar com boa margem de deputados no seu entorno. Sinais diretos e indiretos, que serão emitidos até o dia 01 de fevereiro, data da eleição na Câmara dos Deputados.

As sobras

Diante deste cenário, o alagoano Arthur Lira terá que travar a luta não apenas com aliados ou comensais do Orçamento Secreto, mas com os blocos que estão sendo formados e vão resistir ao domínio estabelecido. Será uma nova realidade!

Há um universo de quase 50% dos deputados novatos e também outros interesses além dos particulares, onde o orçamento interno e a distribuição de cargos e benesses são moedas políticas fortes na disputa.

Dois anos depois, o processo será menos desigual e próximo da isonomia entre os postulantes. Mas não se pode esquecer, contudo, que há muita sobra proveniente do Orçamento Secreto.

Mais lidas

Redes bolsonaristas usam Lula, PT e religião na convocação para o 7 de setembro

12 de novembro de 2022 4:25 por Da Redação Por Bruno Fonseca, da Agência

Equatorial deve reposicionar postes para permitir construção de rodovia

12 de novembro de 2022 4:25 por Da Redação A juíza Marcli Guimarães, da

Linha que atende a Avenida Rota do Mar receberá reforço nos dias úteis

12 de novembro de 2022 4:25 por Da Redação A Superintendência Municipal de Transportes

O que defendem os deputados federais de Alagoas

12 de novembro de 2022 4:25 por Da Redação A bancada de Alagoas na

Paulo Dantas não empolga aliados e sua escolha para governador-tampão dá sinais de esvaziamento

12 de novembro de 2022 4:25 por Da Redação A indicação do nome do

Antes de greve geral, policiais civis fazem manifestação cobrando reajuste salarial

12 de novembro de 2022 4:25 por Da Redação Em luta para conseguir que

Internações por Covid aumentam e governador Renan Filho apela por cuidados

12 de novembro de 2022 4:25 por Da Redação Mesmo considerado menos letal, o

Contratações de pessoas no Ensino Superior crescem 51% em Alagoas

12 de novembro de 2022 4:25 por Da Redação Por Lucas Thaynan, da Agência

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *