quarta-feira 7 de dezembro de 2022

Ministro do TCU terá que se explicar ao Congresso

Em áudio, Augusto Nardes diz haver movimento nas casernas com “desenlace bastante forte na nação”
Ministro Augusto Nardes | Marcos Oliveira/Agência Senado

Por Iram Alfaia, do portal Vermelho

O ministro do Tribunal de Constas da União (TCU) Augusto Nardes divulgou nessa segunda-feira (21) nota pela qual afirmou “repudiar peremptoriamente manifestações de natureza antidemocrática e golpistas” e lamentou a “interpretação” atribuída a sua fala golpista.

No áudio, que foi enviado a amigos ligados ao agronegócio, o ministro disse que “está acontecendo um movimento muito forte nas casernas”, e que “é questão de horas, dias, no máximo, uma semana, duas, talvez menos do que isso”, para um “desenlace bastante forte na nação, [de consequências]imprevisíveis”.

Nardes, que é muito próximo de Bolsonaro, disse ainda no grupo que sabia de mais informações. “Eu não posso falar muito. Sim, tenho muitas informações, queria passar para ti, para o teu time do agro, que eu conheço todos os líderes”, diz Nardes.

A fala golpista provocou reação negativa no próprio TCU, Supremo Tribunal Federal (STF) e no Congresso. Tanto na Câmara dos Deputados quanto no Senado houve apresentação de requerimentos para que o ministro preste esclarecimento.

O fato de Nardes ter divulgado nota negando sua fala golpista não vai livrá-lo de prestar esclarecimento. “Bastou eu protocolar o requerimento pra que o ministro Augusto Nardes explicasse sua fala em apoio aos golpistas que o mesmo já voltou atrás, com o rabinho entre as pernas. Covardia é a marca registrada do bolsonarismo. Tarde demais! Vai ter que se explicar sim, debaixo de vara!”, reagiu o deputado André Janones (Avante-MG).

O líder da oposição no Senado, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), também apresentou requerimento solicitando a convocação imediata do ministro para depoimento nas comissões de Direitos Humanos e de Transparência, Governança, Fiscalização e Controle e Defesa do Consumidor.

Além disso, protocolou nesta segunda-feira uma ação no TCU solicitando o afastamento do ministro. O senador pede que sejam apuradas as condutas dos envolvidos nos apoios a manifestações que buscam um golpe de Estado e que participam da escalada da violência política no Brasil.

“As falas do senhor ministro mostram claramente um apoio a ações criminosas de caráter golpista. Não podemos permitir que uma instituição séria, como o TCU, abrigue alguém que ataca a democracia”, frisou.

“URGENTE! Oficiei o PGR para que abra procedimento para investigar o ministro do TCU Augusto Nardes. As falas dele são um ataque frontal ao Estado de Direito e uma incitação cabal contra a ordem democrática e os poderes constituídos. Ele precisa responder formalmente por isso”, postou no Twitter o senador Humberto Costa (PT-PE).

Mais lidas

Redes bolsonaristas usam Lula, PT e religião na convocação para o 7 de setembro

Por Bruno Fonseca, da Agência Pública Saem as ameaças ao ministro Alexandre de Moraes

Equatorial deve reposicionar postes para permitir construção de rodovia

A juíza Marcli Guimarães, da 1ª Vara Cível da Capital, determinou que a Equatorial

Linha que atende a Avenida Rota do Mar receberá reforço nos dias úteis

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) informa que, a partir desta segunda-feira

O que defendem os deputados federais de Alagoas

A bancada de Alagoas na Câmara Federal é formada pelos deputados Arthur Lira (PP),

Paulo Dantas não empolga aliados e sua escolha para governador-tampão dá sinais de esvaziamento

A indicação do nome do deputado estadual Paulo Dantas (MDB/AL) para ser o governador-tampão,

Antes de greve geral, policiais civis fazem manifestação cobrando reajuste salarial

Em luta para conseguir que o governador Renan Filho envie ao Poder Legislativo projetos

Internações por Covid aumentam e governador Renan Filho apela por cuidados

Mesmo considerado menos letal, o novo coronavírus fez a média móvel de mortes pela

Contratações de pessoas no Ensino Superior crescem 51% em Alagoas

Por Lucas Thaynan, da Agência Tatu Em Alagoas, de janeiro a outubro deste ano,

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *