terça-feira 31 de janeiro de 2023

Estudante paulista faz vaquinha para estudar em universidade do Uruguai

Estudante paulista faz vaquinha para estudar em universidade do Uruguai

A estudante Daphne Goulart, nascida e criada em Itapira, interior de SP, deu início a uma campanha financeira que busca arrecadar 5 mil reais para complementar o dinheiro necessário para um semestre de estudos na Universidad de la República (UdelaR), localizada em Montevidéu, no Uruguai.

Atualmente, Daphne cursa o 4º ano de Letras, o penúltimo de sua graduação, que teve início em 2019, na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

Filha única, criada por uma mãe solo que trabalha como diarista, a jovem estudou em escola pública durante toda a sua vida e ingressou na Unicamp vestibular da Comvest, utilizando a política pública de cotas para alunos de escolas públicas. Para se manter na universidade, beneficia-se de todos os tipos de bolsas de permanência ofertados pela instituição.

Divulgação

Segundo Goulart, um intercâmbio com bolsa na graduação é complicado de se conseguir, principalmente entre os cursos de humanidades. Ela cursou 2 anos de língua espanhola no Centro de Estudos de Língua da Unicamp e, há pelo menos 2 anos e meio, vinha esperando a abertura de um processo seletivo que abarcasse seus requisitos.

Então, pós retorno às atividades presenciais, a Diretoria Executiva de Relações Internacionais da Unicamp abriu o edital no qual a estudante foi contemplada. Eram duas vagas a serem disputadas por alunos de qualquer curso de graduação.

O edital contempla um auxílio único em dinheiro pela Unicamp, que deve cobrir gastos com o seguro saúde, visto e passagens; e um auxílio mensal em dinheiro pela UdelaR, que deve cobrir boa parte das demandas. Porém, o custo de vida no Uruguai é o mais alto entre os países da América Latina e, portanto, ela tem buscado reservar um dinheiro extra, principalmente porque essa universidade está localizada na capital do país e o auxílio moradia oferecido por eles dificilmente cobre todos os gastos.

Além disso, há outros gastos previstos, como a compra de roupas de frio mais reforçadas, já que sua estadia no país se estenderá até o começo de agosto, um dos meses mais frios do ano.

Para tentar dar conta de tudo isso, ela está aceitando doações em dinheiro ou brindes para a realização de rifas. As doações podem ser feitas pelo site oficial da Vakinha, www.vakinha.com.br/3302529 ou pelo pix: daphnegoulart01@gmail.com, já que pelo site há a exigência de um valor mínimo para doação.

Por fim, a jovem agradece dizendo:

“Qualquer ajuda faz toda a diferença e você estará contribuindo para a realização de um grande sonho, que até pouco tempo atrás parecia impossível para mim”.

Divulgação

Mais lidas

Na luta contra o terrorismo PM’s alagoanos vão reforçar segurança em Brasília

Cinquenta policiais militares alagoanos já estão enfileirados no aeroporto Zumbi dos Palmares, prontos para

Pré-matrícula para alunos novatos começa dia 16 de janeiro

A pré-matrícula para novatos da rede municipal de ensino de Maceió inicia no dia

Sidarta: A necessária lucidez sobre as drogas

Por Inês Castilho, do Outras Palavras A maconha é o remédio do século 21.

O maior assalto da história ao cofres da Petrobras

Para onde está indo o dinheiro que você deixou na bomba de gasolina nos

Bolsonaro e Silvestre Péricles fazem ‘pegadinhas’ para sucessores nos palácios

O primeiro dia do presidente Lula no Palácio do Planalto teve um registro bizarro.

Inep publica o cronograma para o Enem 2023

                           

‘’A gente quer comida, diversão e arte’’, Margareth Menezes tomará posse do cargo de ministra

  A cantora baiana, muito bem premiada na música brasileira, traz esperança ao povo

Governo Lula mantém MP que zera impostos sobre preços dos combustíveis até fevereiro

Apesar do receio de muitos consumidores, que encheram o tanque de seus veículos temendo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *