terça-feira 28 de maio de 2024

Riacho Doce volta a festejar sua padroeira com procissão pelas ruas do bairro após pandemia

Pandemia da Covid-19 impediu que o cortejo a Nossa Senhora da Conceição acontecesse desde 2020
Foto: Divulgação

Os fiéis da Comunidade de Nossa Senhora da Conceição, situada às margens da AL-101 Norte, em Riacho Doce, Litoral Norte da capital alagoana, voltarão a festejar sua padroeira com a tradicional procissão pelas ruas do bairro. O momento solene será nesta quinta-feira (8) – efeméride de Nossa Senhora da Conceição -, com previsão para iniciar às 16h, e contará com celebrações de missas durante todo o dia. O consagrado ato religioso volta acontecer depois de uma pausa de dois anos, em razão da pandemia da Covid-19.

Com uma vasta programação, durante dez dias, os devotos da Imaculada Conceição se reunirão para participar dos festejos durante o novenário, como em todos os anos. Mas 2022 será ainda mais especial, por conta da retomada da procissão em homenagem à santa católica.

Para Dayse Barros, que desde criança é devota assídua das festas de Imaculada Conceição, o retorno da procissão traz muita comoção e felicidade para a comunidade, afinal é um momento de agradecer a Deus e a Virgem Maria, a quem ela chama carinhosamente de “Mãe Imaculada”, por por tantas graças atendidas. “É uma emoção muito grande. O sentimento é de gratidão e alegria. Pois mesmo em meio a pandemia, Nossa Senhora da Conceição nunca nos abandonou e seu povo continuou fiel a Deus e a ela. A procissão também é uma maneira de reconhecer e testemunhar nossa fé”, disse.

Foto: Divulgação

O Padre Francisco Calheiros, administrador da Paróquia Sagrada Família de Nazaré, no bairro de Jacarecica, a qual pertence à comunidade, reforça o sentimento de alegria demonstrado por Dayse sobre a volta de Nossa Senhora às ruas.

“O retorno da procissão pelas ruas depois desse período pandêmico é justamente para recuperar a alegria do povo, o amor dos devotos à Virgem Maria. Poder. Sair com a imagem dela, novamente, pelas ruas da comunidade é uma alegria imensa, onde ela vai poder abençoar e proteger todas as famílias daqui da comunidade”, reforçou o padre Francisco Calheiros.

Durante todas as noites do novenário deste ano, que segue até quinta-feira (8), as celebrações eucarísticas fizeram uma reflexão sobre o tema escolhido para a festa: “Com a Mãe Imaculada, caminhar juntos para construir uma Igreja Missionária”. Além disso, subtemas também foram apresentados aos fiéis devotos.

Slide 1
Slide 2
Foto: Divulgação

De acordo com o padre Francisco Calheiros, o tema escolhido para a festa segue a mesma reflexão feita pelo Santuário Nacional de Aparecida. “Todos os anos buscamos usar o tema proposto pelo Santuário Nacional de Aparecida. Neste ano com a particularidade do sínodo, trabalhamos com essa necessidade de vivermos uma participação maior como povo de Deus”, enfatizou o sacerdote.

Os preparativos para o dia festivo começaram no dia 29 de novembro com a novena solene, seguida da procissão da bandeira, que saiu da residência da família dos devotos Cláudio e Helena Pereira e partiu em direção à igreja, onde houve o hasteamento da bandeira, dando início às celebrações das noites da novena com a santa missa, que acolheu convidados, noiteiros e fiéis da comunidade.

O DOGMA DA IMACULADA CONCEIÇÃO

A Imaculada Conceição é a concepção da Virgem Maria sem mancha do pecado original, um dogma católico, proclamado pelo Papa Pio IX, em sua bula Ineffabilis Deus, no dia 8 de dezembro de 1854. Segundo a Igreja Católica, o dogma é sustentado pela Bíblia, a exemplo de quando Maria foi cumprimentada pelo anjo Gabriel como “cheia de graça”, bem como pelos escritos dos padres da igreja, como Irineu de Lyon e Ambrósio de Milão.

ORIENTAÇÕES

Os fiéis são orientados pela organização da festa a não se descuidarem das medidas sanitárias que devem ser tomadas para evitar o contágio da Covid-19, como o uso de máscara, álcool 70% e distanciamento social, pois ainda há registros de diagnósticos de casos da doença no estado.

PROGRAMAÇÃO DA SOLENIDADE DA PADROEIRA

Encerramento – Dia 8/12 – (quinta-feira)
Convidados: Madrinha do altar (Dirlene e famílias), madrinha do andor da padroeira (Climerita e família), todas as comunidades, movimentos e pastorais da Paróquia Sagrada Família de Nazaré, em Jacarecica.

Manhã:
6h – Alvorada festiva
7h30min – Hino Solene “Te Deum”
8h – Missa Solene da padroeira
Presidente da celebração: Padre Francisco Calheiros (Administrador Paroquial)
Animadores: Coral Imaculada Conceição (Riacho Doce)

Tarde:
15h – Missa Festiva
Presidente da celebração: Padre Márcio Nunes (Vigário Paroquial)
Animadores: Emerson e Nena (Riacho Doce)
16h30min – Solene Procissão em honra a Nossa Senhora da Conceição
Animadores: Musical Faz-me Fiel (Riacho Doce)

Logo depois da procissão será feita a bênção do Santíssimo Sacramento, agradecimentos da festa, sorteio da rifa da padroeira e a descida da bandeira, entregando ao novo padrinho ou madrinha da festa de 2023.

Fonte: Assessoria

Mais lidas

Marielle: a quem se destina a terra?

Por Eliane Brum, do portal Sumauma “Quem possui a terra possui o homem.” Essa

CPI da Braskem tem 35 dias para concluir investigação, que inclui visita aos bairros destruídos

Com o objetivo de investigar a responsabilidade jurídica e socioambiental da mineradora Braskem no

Sem declarar IR cidadão não pode sequer receber prêmio de loteria que, acumulada, hoje sorteia

O prazo para entrega da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (DIRPF) em

Risco de morte após a febre chikungunya continua por até 84 dias, diz Fiocruz

Em meio à epidemia de dengue e ao aumento de casos por febre chikungunya, um

Saúde volta a alertar alagoanos sobre medidas de prevenção contra a dengue

A Secretaria de Estado de Alagoas (Sesau) volta a alertar a população alagoana sobre

PF indicia filho de Bolsonaro por falsidade ideológica e lavagem de dinheiro

A Polícia Federal em Brasília indiciou Jair Renan Bolsonaro, filho do ex-presidente Bolsonaro, pelos

FAEC anuncia calendário anual de eventos esportivos para o público escolar

A Federação Alagoana de Esportes Colegiais (FAEC) anunciou o calendário anual de eventos para

Bar do Doquinha: o lar enluarado da boemia

Por Stanley de Carvalho* Há 60 anos, quando os portões de Brasília começaram a

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *