terça-feira 28 de maio de 2024

Atleta alagoano cria rifa para patrocinar custos das viagens de dois importantes campeonatos

Marcelo Melo, atleta e estudante de fisioterapia, tem o sonho de fazer parte da equipe da seleção brasileira

17 de janeiro de 2023 5:28 por Da Redação

Com escassez de patrocínios aqui em Alagoas, o jovem vê como alternativa a criação de uma vaquinha para ajudar nas despesas. Foto: Reprodução/Instagram

 

Com a ausência de campanhas de incentivo aos esportistas, o jovem atleta Marcelo Melo,  produziu a rifa como uma forma de custear sua viagem para as próximas competições de Taekwondo.

Passado de pai para filho, a paixão vem desde os oito anos, e hoje com apenas vinte e quatro anos já é muito bem premiado. No ano de 2015, se tornou faixa preta e entrou para o alto rendimento – direcionado para quem tem vontade de se especializar nesta arte marcial.

Marcelo se mostra focado e totalmente apaixonado pelo que faz. Desde então, se dedica e participa de grandes competições. Ciente dos obstáculos de ser um atleta de taewkondo, declarou: “É muito difícil ser atleta, independente do esporte, inclusive no taekwondo que é um esporte bem caro. O incentivo ainda é muito pouco no nosso estado, a gente tem que se virar com o que tem, além da gente se virar nos 30 pra treinar e ter um boa performance, também tem que correr atrás da parte financeira. É muito cansativo, às vezes desanimador, mas o sonho de chegar longe é maior.”

A arte marcial de origem coreana, tornou-se oficialmente um esporte olímpico apenas há 35 anos e seu nome significa: “Caminho dos pés e mãos através da mente.” Aqui no Brasil, existe a Confederação Brasileira de Taewkondo, a entidade máxima.

Ontem (16), Marcelo postou no Instagram, a campanha da rifa em benefício da participação em dois campeonatos de total importância para o ‘currículo’ de atleta. A vaquinha tem baixo custo, ajudará nas despesas e irá premiar com uma quantia bem generosa como forma de agradecimento pelo apoio.

As duas competições em questão são: Grand Slam, que é uma seletiva nacional fechada e reúne grandes atletas do taekwondo, visando a vaga na seleção brasileira para disputar o campeonato mundial em Azerbaijão. A outra é a Rio Open, valendo vinte pontos no ranking mundial e olímpico, estarão presentes os melhores e mais experientes atletas.

Afirmou: “É um sonho. Estou correndo atrás de participar representando meu estado e nação da melhor forma possível.”

Para contribuir com a rifa, acesse o Instagram do atleta: @marcelomelotkd

 

 

 

Mais lidas

Marielle: a quem se destina a terra?

17 de janeiro de 2023 5:28 por Da Redação Por Eliane Brum, do portal

CPI da Braskem tem 35 dias para concluir investigação, que inclui visita aos bairros destruídos

17 de janeiro de 2023 5:28 por Da Redação Com o objetivo de investigar

Sem declarar IR cidadão não pode sequer receber prêmio de loteria que, acumulada, hoje sorteia

17 de janeiro de 2023 5:28 por Da Redação O prazo para entrega da

Risco de morte após a febre chikungunya continua por até 84 dias, diz Fiocruz

17 de janeiro de 2023 5:28 por Da Redação Em meio à epidemia de dengue

Saúde volta a alertar alagoanos sobre medidas de prevenção contra a dengue

17 de janeiro de 2023 5:28 por Da Redação A Secretaria de Estado de

PF indicia filho de Bolsonaro por falsidade ideológica e lavagem de dinheiro

17 de janeiro de 2023 5:28 por Da Redação A Polícia Federal em Brasília

FAEC anuncia calendário anual de eventos esportivos para o público escolar

17 de janeiro de 2023 5:28 por Da Redação A Federação Alagoana de Esportes

Bar do Doquinha: o lar enluarado da boemia

17 de janeiro de 2023 5:28 por Da Redação Por Stanley de Carvalho* Há

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *