sábado 20 de abril de 2024

Precisa-se de um boteco

Não precisa ser confortável, nem desenhado. Basta ter bancos, até um balcão, caldinhos, bolinhos fritos, guisados e amigos, muitos amigos e amigas

27 de março de 2023 3:09 por Ricardo Ramalho

Foto: Flickr/Ângelo Rigon

É impossível encontrar um não lugar num boteco. Parece indefinido e ao mesmo tempo repleto de simbolismos. São desses espaços que precisamos. Basta oferecer calidez, alma, aconchego, lembranças aos montes.

Precisa-se de um boteco para completar a graça da vida. Não precisa ser confortável, nem desenhado. Basta ter bancos, até um balcão, caldinhos, bolinhos fritos, guisados e amigos, muitos amigos e amigas. Que nos façam rir, mesmo quando se quer chorar; ouvir histórias, às vezes repetidas, piadas antigas e canções que nos transportem para profundas amizades e quereres.

Não precisa ter elegantes garçons. Bastam donos e donas, sobretudo, com apelidos que nos aproximem e nos tornem íntimos, nas primeiras convivências. Foi assim com Roberto Ladrão, um ícone do mundo dos botecos de Maceió. Carismático, sensível, de um humor criativo imensurável. Esbanjando esses sentimentos, tornou afetivo até o “ladrão” de seu título, adquirido nas peripécias do seu bar.

Ah! Precisa-se, urgente, de um boteco que nos encham os copos e as vontades de viver. Não precisa ser climatizado. Pode ter calor, humano. Inspirar diversões, das mais peculiares. Produzir felicidade, mesmo que transitória, mas, de efeitos duradouros. Alegria, ah! Alegria, esse componente que o boteco transpira e exporta.

Que se transforme em divã de psicólogo, em muitas situações de confidentes que procuram audiências de pessoas dispostas a ouvir e opinar de forma sincera, positiva, contribuindo para caminhos do bem querer.

Resta-nos clamar pela sobrevivência do boteco. Botequeiros, uni-vos! Vida longa ao boteco!

*Texto em homenagem ao Bar do Roberto Ladrão e ao botequeiro Antônio Farias, assíduo frequentador, que completou 84 anos.

Mais lidas

CPI da Braskem tem 35 dias para concluir investigação, que inclui visita aos bairros destruídos

27 de março de 2023 3:09 por Ricardo Ramalho Com o objetivo de investigar

Sem declarar IR cidadão não pode sequer receber prêmio de loteria que, acumulada, hoje sorteia

27 de março de 2023 3:09 por Ricardo Ramalho O prazo para entrega da

Risco de morte após a febre chikungunya continua por até 84 dias, diz Fiocruz

27 de março de 2023 3:09 por Ricardo Ramalho Em meio à epidemia de dengue

Saúde volta a alertar alagoanos sobre medidas de prevenção contra a dengue

27 de março de 2023 3:09 por Ricardo Ramalho A Secretaria de Estado de

PF indicia filho de Bolsonaro por falsidade ideológica e lavagem de dinheiro

27 de março de 2023 3:09 por Ricardo Ramalho A Polícia Federal em Brasília

FAEC anuncia calendário anual de eventos esportivos para o público escolar

27 de março de 2023 3:09 por Ricardo Ramalho A Federação Alagoana de Esportes

Bar do Doquinha: o lar enluarado da boemia

27 de março de 2023 3:09 por Ricardo Ramalho Por Stanley de Carvalho* Há

Seduc anuncia processo seletivo para a Educação Especial

27 de março de 2023 3:09 por Ricardo Ramalho A Secretaria de Estado da

1 Comentário

  • Nesse texto sobre o bar Roberto, faltou uma pessoa muito especial, que já falecido que era conhecido como (Ziza)uma pessoa de um coração imenso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *