segunda-feira 15 de julho de 2024

Mais duas ruas de Bebedouro terão vigilância do 4º BPM

16 de agosto de 2023 1:16 por Thania Valença

Moradores dos Flexais foram duramente atingidos pela mineração da Braskem

As ruas Tobias Barreto e Faustino Silveira, no bairro de Bebedouro, em Maceió, foram incluídas no plano de vigilância do 4º Batalhão de Polícia Militar (4º BPM). A inclusão atende requisição do Ministério Público Federal (MPF), Ministério Público do Estado de Alagoas (MPAL) e da Defensoria Pública da União (DPU), que agiram em favor dos moradores que sofrem com a falta de segurança pública e o aumento nos casos de assaltos na região.

Com o afundamento do solo em boa parte da capital alagoana, resultado da exploração de sal-gema pela multinacional Braskem, milhares de residência foram derrubadas, provocando o ilhamento da área do Flexal de Cima e do Flexal de Baixo.

Considerada a maior petroquímica das Américas, a Braskem, controlada pelo grupo Odebrecht e pela Petrobras, é responsável pela destruição dos bairros de Pinheiro, Mutange e Bebedouro. A mineração afetou mais de 10 mil famílias, obrigadas a deixar suas casas.

A inclusão das ruas foi a resposta da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP/AL), que atendendo à recomendação do MPF adotou as medidas necessárias a segurança da população na região do Flexal.

Sobraram residências na área de Bebedouro e Chã de Bebedouro, especificamente nos Flexais de Cima e de Baixo, que acabaram isoladas pela interdição do Pinheiro, Bom Parto e Mutange. Seus moradores recorreram aos órgãos de defesa do interesse coletivo para ter segurança.

O MPF, o MPAL e a DPU buscaram o adequado cumprimento da Recomendação nº 6/2023, expedida no âmbito do Procedimento Administrativo 1.11.000.001433/2022-67 – instaurado para acompanhar o cumprimento do Termo de Acordo firmado com a Prefeitura de Maceió e a Braskem para implantação do Projeto Flexais.

Além da atuação da Polícia Militar, as instituições requisitaram a aquisição de veículos e a instalação de câmeras na região do Flexal como medidas para reduzir a onda de assaltos na região.

Com Assessoria MPF

Mais lidas

Além da pressão dos aliados, JHC tem agora que enfrentar ação no MP por R$

16 de agosto de 2023 1:16 por Thania Valença Na busca para reeleger-se, o

Alagoas conta com Núcleos de Apoio ao Fumante em 13 municípios

16 de agosto de 2023 1:16 por Thania Valença Com o objetivo de ajudar

STF volta a julgar recurso de Collor para anular condenação por corrupção na Lava-Jato

16 de agosto de 2023 1:16 por Thania Valença O Supremo Tribunal Federal (STF)

Marielle: a quem se destina a terra?

16 de agosto de 2023 1:16 por Thania Valença Por Eliane Brum, do portal

CPI da Braskem tem 35 dias para concluir investigação, que inclui visita aos bairros destruídos

16 de agosto de 2023 1:16 por Thania Valença Com o objetivo de investigar

Sem declarar IR cidadão não pode sequer receber prêmio de loteria que, acumulada, hoje sorteia

16 de agosto de 2023 1:16 por Thania Valença O prazo para entrega da

Risco de morte após a febre chikungunya continua por até 84 dias, diz Fiocruz

16 de agosto de 2023 1:16 por Thania Valença Em meio à epidemia de dengue

Saúde volta a alertar alagoanos sobre medidas de prevenção contra a dengue

16 de agosto de 2023 1:16 por Thania Valença A Secretaria de Estado de

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *