sábado 20 de abril de 2024

Em qualquer mundo

O que presenciei e vivenciei no Café do Sobrado foi de uma luminosidade e harmonia tais, que pude até vislumbrar um sopro de esperança na tal luz do fim do túnel.

2 de outubro de 2023 9:20 por Mácleim Carneiro

 

Ana Gal. Foto: Vera Garabini

O projeto Primavera no Sobrado, que teve o Clube do Jazz Maceió apresentando Cris Braun, Leureny, Dandara Ruffer, Fernanda Guimarães e a Ana Gal (foto) encerrando-o com todas as chaves do mais valioso mineral terrestre ou dos reinos apolíneos, aconteceu durante todo o mês de setembro, no Café do Sobrado, graças à sensibilidade e bom gosto musical da Eveline, que tem mantido as portas abertas para um tipo de música pouco vista e ouvida por aí.

Falo da música rica e bela em todos os elementos e fundamentos Evelineque qualificam e robustecem a percepção de que podemos passar longe da mediocridade. Em projetos como esse, ela resiste bravamente, apesar da crescente e constante tentativa em silenciá-la. Tal prática, tem se tornado usual nos diversos níveis de gestão pública, passando pela homogeneidade das plataformas de streaming e redes sociais, até chegar aos veículos da mídia hegemônica e mercadológica.

Porém, o que presenciei e vivenciei no Café do Sobrado foi de uma luminosidade e harmonia tais, que pude até vislumbrar um sopro de esperança na tal luz do fim do túnel e, sobretudo, pressentir que tanta qualidade e sensibilidade musical nunca estarão sozinhas, pois sempre haverá um público correspondente e a altura do que lhe é ofertado.

Everaldo Borges, Felix Baigon, Ana Gal, Alyson Paz, Dinho Zampier. Foto: Fernando Andrade

Alyson Paz, Dinho Zampier, Everaldo Borges, Félix Baigon (bem rotulado pela Eveline, como ‘locomotiva do jazz’) e a maravilhosa Ana Gal (foto2) entregaram muito em performance e repertório, que me senti privilegiado e orgulhoso por estar ali. A música e o desempenho de seus protagonistas foram tão mágicos e oníricos, que até imaginei estar no Carnegie Hall ou qualquer outra grande sala de espetáculos desse planeta, afeitas e afins da música por excelência.

Ana Gal, nos criativos duetos com cada um dos músicos, esbanjando técnicas vocais e musicalidade extrema, ou no show de skats, como só as mais belas divas do jazz sabem fazer, ou ainda pela dramaticidade interpretativa e emocional, que ela soube tecer em Esquinas, dando a esse belo blues do Djavan uma interpretação comovente e inesquecível, ratificou-me a certeza de que está pronta e lapidada para brilhar em qualquer mundo ou lugar. Então, que venham novas primaveras, por aqui e alhures!

No +, MÚSICABOAEMSUAVIDA!!!!

Mais lidas

CPI da Braskem tem 35 dias para concluir investigação, que inclui visita aos bairros destruídos

2 de outubro de 2023 9:20 por Mácleim Carneiro Com o objetivo de investigar

Sem declarar IR cidadão não pode sequer receber prêmio de loteria que, acumulada, hoje sorteia

2 de outubro de 2023 9:20 por Mácleim Carneiro O prazo para entrega da

Risco de morte após a febre chikungunya continua por até 84 dias, diz Fiocruz

2 de outubro de 2023 9:20 por Mácleim Carneiro Em meio à epidemia de dengue

Saúde volta a alertar alagoanos sobre medidas de prevenção contra a dengue

2 de outubro de 2023 9:20 por Mácleim Carneiro A Secretaria de Estado de

PF indicia filho de Bolsonaro por falsidade ideológica e lavagem de dinheiro

2 de outubro de 2023 9:20 por Mácleim Carneiro A Polícia Federal em Brasília

FAEC anuncia calendário anual de eventos esportivos para o público escolar

2 de outubro de 2023 9:20 por Mácleim Carneiro A Federação Alagoana de Esportes

Bar do Doquinha: o lar enluarado da boemia

2 de outubro de 2023 9:20 por Mácleim Carneiro Por Stanley de Carvalho* Há

Seduc anuncia processo seletivo para a Educação Especial

2 de outubro de 2023 9:20 por Mácleim Carneiro A Secretaria de Estado da

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *