sábado 20 de abril de 2024

Os caminhoneiros irão desaparecer?

2 de novembro de 2023 8:52 por Vanderlei Tenório

O avanço da tecnologia tem sido um tema constante de debate na sociedade. Em alguns casos, essa evolução é vista como uma ameaça aos empregos, como é o caso da automação veicular.

No setor de transporte rodoviário de carga, a automação é uma possibilidade real, mas ainda está longe de se tornar realidade no Brasil. A introdução de veículos autônomos exigirá um investimento significativo em infraestrutura e tecnologia, o que ainda não é viável no país.

Além disso, os caminhoneiros exercem um papel fundamental no transporte de mercadorias, especialmente em um país de dimensões continentais como o Brasil. Eles possuem experiência, conhecimento das rotas e, sobretudo, compreensão da precária infraestrutura do país.

Por isso, mesmo com a introdução de veículos autônomos, os caminhoneiros ainda serão necessários por muitos anos. No entanto, eles precisam estar preparados para as mudanças que essa tecnologia trará.

Tendo isso em mente, o SEST SENAT, por meio do programa Mais Motoristas, está trabalhando para capacitar esses profissionais para o futuro. A iniciativa oferece cursos de formação que combinam teoria e prática em veículos com tecnologia embarcada.

O programa já atraiu mais de 55 mil inscrições e, nos próximos meses, novas convocações serão realizadas. A iniciativa é uma oportunidade para os caminhoneiros se manterem atualizados e preparados para as mudanças que o mercado de trabalho irá enfrentar.

O programa funciona de maneira ampla para beneficiar tanto os candidatos interessados quanto as empresas envolvidas. De maneira geral, o SEST SENAT assume os custos necessários para a mudança de categoria da CNH de todos os participantes. Após a conclusão desse processo, os alunos têm a oportunidade de escolher um dos cursos oferecidos pela Escola de Motoristas.

Esses cursos abrangem diversas especializações, incluindo transporte de produtos perigosos, cargas indivisíveis e outras regulamentadas pelo Contran, transporte coletivo de passageiros e transporte de escolares.

Participar desse programa oferece uma série de vantagens para os candidatos. Além de aumentar a empregabilidade, a obtenção da certificação comprova a habilitação e a proficiência para a condução de veículos, proporcionando uma maior proximidade com empresas contratantes.

As empresas também colhem benefícios expressivos ao aderirem ao programa. Elas passam a contar com profissionais que possuem habilitação e competência comprovadas para a condução de veículos, o que contribui para a segurança no trânsito.

Além disso, os motoristas formados pelo programa são capacitados para uma condução segura e econômica, resultando em redução do consumo de combustível e diminuição dos gastos com manutenção. Dessa forma, o programa não apenas amplia as oportunidades para os profissionais, mas também promove um impacto positivo nas operações e na segurança das empresas de transporte.

Infelizmente, as inscrições para o programa Mais Motoristas encerraram em 22 de agosto de 2023. Ao todo, foram disponibilizadas 2.793 vagas distribuídas em 86 unidades operacionais em todo o país. Atualmente, mais 2 mil vagas estão sendo ofertadas, e nos próximos meses, novas convocações serão realizadas.

Enfim, é urgente implementar ações para preparar os motoristas para os próximos anos, tornando a profissão cada vez mais atrativa para os jovens. Para isso, é importante que o governo e as empresas do setor de transporte rodoviário de carga ofereçam cursos de capacitação e atualização para os caminhoneiros. Essas ações são fundamentais para garantir a permanência da profissão no Brasil e a segurança do transporte de carga.

Mais lidas

CPI da Braskem tem 35 dias para concluir investigação, que inclui visita aos bairros destruídos

2 de novembro de 2023 8:52 por Vanderlei Tenório Com o objetivo de investigar

Sem declarar IR cidadão não pode sequer receber prêmio de loteria que, acumulada, hoje sorteia

2 de novembro de 2023 8:52 por Vanderlei Tenório O prazo para entrega da

Risco de morte após a febre chikungunya continua por até 84 dias, diz Fiocruz

2 de novembro de 2023 8:52 por Vanderlei Tenório Em meio à epidemia de dengue

Saúde volta a alertar alagoanos sobre medidas de prevenção contra a dengue

2 de novembro de 2023 8:52 por Vanderlei Tenório A Secretaria de Estado de

PF indicia filho de Bolsonaro por falsidade ideológica e lavagem de dinheiro

2 de novembro de 2023 8:52 por Vanderlei Tenório A Polícia Federal em Brasília

FAEC anuncia calendário anual de eventos esportivos para o público escolar

2 de novembro de 2023 8:52 por Vanderlei Tenório A Federação Alagoana de Esportes

Bar do Doquinha: o lar enluarado da boemia

2 de novembro de 2023 8:52 por Vanderlei Tenório Por Stanley de Carvalho* Há

Seduc anuncia processo seletivo para a Educação Especial

2 de novembro de 2023 8:52 por Vanderlei Tenório A Secretaria de Estado da

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *