sábado 20 de abril de 2024

“FATOR M”: Programa paulista busca dar voz às mulheres

12 de janeiro de 2024 5:50 por Vanderlei Tenório

Em um cenário dinâmico de transmissões ao vivo em constante expansão, surge uma iniciativa que não passa despercebida pelo público atento. Trata-se do programa “FATOR M Mulheres Falando”, concebido pelo projeto Elas Por Elas de Itapira.

Sob a condução da professora, mestre em Educação e ativista do movimento negro em Itapira, Hellen Santos, o programa surge com a proposta clara de promover a força feminina. Mais do que isso, representa um significativo movimento que almeja impulsionar a inclusão, a equidade e o protagonismo das mulheres.

Nesse sentido, o programa visa conceder um espaço generoso e ampliar a visibilidade para o crescimento de todas as mulheres participantes. Além disso, um dos objetivos fundamentais é sensibilizar a população para a perspectiva feminina, oferecendo uma visão única dos desafios enfrentados não apenas na cidade, mas também no estado e no país.

O espaço será dedicado para que as mulheres compartilhem suas dificuldades, relatem experiências marcantes e abordem, de maneira especial, sua vivência em uma sociedade impregnada pelo machismo. O programa busca, assim, não apenas promover a força feminina, mas também proporcionar um ambiente de diálogo que destaque as complexidades e desafios enfrentados pelas mulheres em diferentes contextos sociais.

“Acreditamos que é importante dar voz às mulheres, para que possam compartilhar suas experiências e perspectivas sobre os problemas da cidade e da sociedade. A mulher tem uma sensibilidade única, e queremos que sua visão seja levada em consideração”, afirmou Hellen Santos, apresentadora do programa.

Santos nutre a esperança de que o programa se torne um catalisador de inspiração tanto para as participantes quanto para a audiência. Ela espera que seja um lugar não apenas de transmissão, mas de interação e questionamentos, propiciando uma valiosa troca que fortaleça a todos.

“Queremos despertar as mulheres da cidade, inclusive porque somos a maioria. A cidade é conhecida por ter o maior número de mulheres da região, e queremos mostrar a força da mulher itapirense em vários âmbitos, inclusive no trabalho. Queremos mostrar que a mulher não precisa estar apenas em trabalhos que são tradicionalmente associados ao gênero feminino, mas que pode ocupar qualquer posição que desejar”, finaliza Santos.

Anota aí: o programa será lançado em 18 de janeiro, às 19h, no perfil do Instagram do Elas Por Elas (@elas_por_elas_itapira). As transmissões acontecerão todas as quintas-feiras, e você poderá acompanhar também pelo Facebook. Além disso, a versão gravada estará disponível posteriormente no Youtube.

Mais lidas

CPI da Braskem tem 35 dias para concluir investigação, que inclui visita aos bairros destruídos

12 de janeiro de 2024 5:50 por Vanderlei Tenório Com o objetivo de investigar

Sem declarar IR cidadão não pode sequer receber prêmio de loteria que, acumulada, hoje sorteia

12 de janeiro de 2024 5:50 por Vanderlei Tenório O prazo para entrega da

Risco de morte após a febre chikungunya continua por até 84 dias, diz Fiocruz

12 de janeiro de 2024 5:50 por Vanderlei Tenório Em meio à epidemia de dengue

Saúde volta a alertar alagoanos sobre medidas de prevenção contra a dengue

12 de janeiro de 2024 5:50 por Vanderlei Tenório A Secretaria de Estado de

PF indicia filho de Bolsonaro por falsidade ideológica e lavagem de dinheiro

12 de janeiro de 2024 5:50 por Vanderlei Tenório A Polícia Federal em Brasília

FAEC anuncia calendário anual de eventos esportivos para o público escolar

12 de janeiro de 2024 5:50 por Vanderlei Tenório A Federação Alagoana de Esportes

Bar do Doquinha: o lar enluarado da boemia

12 de janeiro de 2024 5:50 por Vanderlei Tenório Por Stanley de Carvalho* Há

Seduc anuncia processo seletivo para a Educação Especial

12 de janeiro de 2024 5:50 por Vanderlei Tenório A Secretaria de Estado da

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *