sábado 20 de abril de 2024

Presidente do PT do Paraná pede revogação de título de cidadão honorário concedido a Jair Bolsonaro

Arilsno Chiorato diz que honraria a Bolsonaro é "humilhação" para a população do Paraná
Deputado do Paraná pede a revogação de título de cidadão honorário do Paraná concedido a Jair Bolsonaro em dezembro de 2023 | Reprodução/Instagram.

O deputado estadual Arilson Chiorato, presidente do PT no Paraná, protocolou, na última sexta (9), projeto de lei que pede a revogação do título de cidadão honorário do Paraná concedido a Jair Bolsonaro (PL). A honraria foi entregue ao ex-presidente no dia 15 de dezembro.

À época, a bancada de oposição na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) já apontava que Bolsonaro não cumpria os requisitos para obtenção do título, como, por exemplo, contribuição ao desenvolvimento das ciências, letras e cultura, biografia com registro de postura ética ilibada e respeito à democracia e às instituições.

“Agora, a operação da Polícia Federal (PF), com vídeos e tanta prova robusta, ficou claro que pelo menos dois deles não foram cumpridos: biografia ilibada e postura ética e respeito à democracia e às instituições. O povo paranaense não pode passar por tamanha humilhação”, destacou Chiorato.

O projeto do deputado pede ainda que haja a devolução formal do documento da honraria concedida a Bolsonaro.

Projeto do deputado Arlindo Chiorato ainda pede que haja a devolução formal do documento da honraria concedida a Bolsonaro | Alep

Contexto

Uma operação da PF deflagrada na última quinta-feira (7) investiga uma organização criminosa que teria atuado na tentativa de golpe de Estado e abolição do Estado Democrático de Direito, a fim de manter no poder o então presidente Jair Bolsonaro.

Em nota ao O Globo, a defesa de Bolsonaro nega qualquer participação em uma tentativa de golpe de Estado. “Quaisquer divagações a esse respeito não refletem a expressão da verdade”.

Mais lidas

CPI da Braskem tem 35 dias para concluir investigação, que inclui visita aos bairros destruídos

Com o objetivo de investigar a responsabilidade jurídica e socioambiental da mineradora Braskem no

Sem declarar IR cidadão não pode sequer receber prêmio de loteria que, acumulada, hoje sorteia

O prazo para entrega da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (DIRPF) em

Risco de morte após a febre chikungunya continua por até 84 dias, diz Fiocruz

Em meio à epidemia de dengue e ao aumento de casos por febre chikungunya, um

Saúde volta a alertar alagoanos sobre medidas de prevenção contra a dengue

A Secretaria de Estado de Alagoas (Sesau) volta a alertar a população alagoana sobre

PF indicia filho de Bolsonaro por falsidade ideológica e lavagem de dinheiro

A Polícia Federal em Brasília indiciou Jair Renan Bolsonaro, filho do ex-presidente Bolsonaro, pelos

FAEC anuncia calendário anual de eventos esportivos para o público escolar

A Federação Alagoana de Esportes Colegiais (FAEC) anunciou o calendário anual de eventos para

Bar do Doquinha: o lar enluarado da boemia

Por Stanley de Carvalho* Há 60 anos, quando os portões de Brasília começaram a

Seduc anuncia processo seletivo para a Educação Especial

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) divulgou no último dia 6, no Suplemento

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *