quinta-feira 23 de maio de 2024

Prefeitura gasta R$ 500 mil por dia para fazer propaganda de JHC

Ex-aliado critica prefeito de Maceió e pede investigação do Ministério Público Estadual

15 de março de 2024 12:06 por Da Redação

João Henrique pode ser investigado pelo MP/AL por excesso de gastos com propaganda | Foto: Itawi Albuqurque/ Secom Maceió

Enquanto persegue os sites, blogs, profissionais e veículos que criticam e denunciam suas ações como gestor público, o prefeito de Maceió, João Henrique Caldas (PL), o JHC, gasta valores exorbitantes com propaganda paga para fazer apologia à sua administração. Os gastos da Prefeitura maceioense superam os investimentos em comunicação feitos pelo governo do Estado.

Nos três primeiros meses de 2024, o prefeito já se aproxima do próprio recorde de gastos com propaganda. Para que se tenha ideia da exorbitância dessas despesas, somente nos primeiros 13 dias de março a Secretaria Municipal de Comunicação gastou R$ 7,05 milhões, o equivalente a mais de R$ 500 mil por dia.

São pagamentos fracionados em pequenos valores, totalizando 138 registros em apenas 13 dias, com uma média de 15 processos por dia útil.

“O prefeito JHC já gastou 4 vezes mais que o governo do Estado” – disse o ex-deputado estadual Davi Maia, ex-aliado e hoje crítico ferrenho do prefeito bolsonarista, em postagem no X, antigo Twitter. Em 2020, quando JHC se candidatou, Maia foi uma dos coordenadores de sua campanha.

Para o ex-deputado, os gastos da Prefeitura com propaganda precisam ser investigados pelo Ministério Público Estadual (MP/AL).

No início deste mês, o promotor de Justiça Flávio Gomes da Costa Neto emitiu  recomendação à Prefeitura de Maceió para retirar do ar um vídeo promocional associando de forma inadequada as obras municipais à imagem pessoal de JHC, um flagrante de violação às normas legais.

Divulgados por Davi Maia, documentos mostram gastos abusivos com propaganda

Dados oficiais mostram que, ano passado, a Secom do município gastou R$ 73 milhões, o maior orçamento da história da gestão pública na capital. O valor é maior, proporcionalmente, que os gastos com publicidade entre as capitais brasileiras.

A quantia gasta por JHC com propaganda em 2023 superou em 30% o que o governo estadual disponibilizou para essa área. A comparação é ainda mais grave se forem considerados os orçamentos estadual e de Maceió. O governo alagoano prevê uma receita de R$ 21 bilhões para 2024, enquanto a gestão de JHC estima receita de R$ 5 bilhões.

“Os liberais, os conservadores, a direita e os bolsonaristas sempre criticaram os gastos do governo com publicidade, interessante que ninguém nunca olhou os gastos do JHC. Só em comparação já gastou 4x mais que o governo de Alagoas. Está na hora do MPEAL observar isso”, afirmou Davi Maia em sua conta no X.

Postagem do ex-deputado Davi Maia | Reprodução

Mais lidas

CPI da Braskem tem 35 dias para concluir investigação, que inclui visita aos bairros destruídos

15 de março de 2024 12:06 por Da Redação Com o objetivo de investigar

Sem declarar IR cidadão não pode sequer receber prêmio de loteria que, acumulada, hoje sorteia

15 de março de 2024 12:06 por Da Redação O prazo para entrega da

Risco de morte após a febre chikungunya continua por até 84 dias, diz Fiocruz

15 de março de 2024 12:06 por Da Redação Em meio à epidemia de dengue

Saúde volta a alertar alagoanos sobre medidas de prevenção contra a dengue

15 de março de 2024 12:06 por Da Redação A Secretaria de Estado de

PF indicia filho de Bolsonaro por falsidade ideológica e lavagem de dinheiro

15 de março de 2024 12:06 por Da Redação A Polícia Federal em Brasília

FAEC anuncia calendário anual de eventos esportivos para o público escolar

15 de março de 2024 12:06 por Da Redação A Federação Alagoana de Esportes

Bar do Doquinha: o lar enluarado da boemia

15 de março de 2024 12:06 por Da Redação Por Stanley de Carvalho* Há

Seduc anuncia processo seletivo para a Educação Especial

15 de março de 2024 12:06 por Da Redação A Secretaria de Estado da

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *