terça-feira 28 de maio de 2024

O “já ganhou” toma conta de JHC e equipe; isso é muito bom para a oposição

O processo de desconstrução política do prefeito de Maceió ainda não iniciou e é urgente que se inicie

27 de março de 2024 5:40 por Geraldo de Majella

Prefeito JHC confirma segunda edição do São João Massayó | Victor Vercant / Secom Maceió

É inegável a onda do “já ganhou” produzida pela máquina de propaganda do prefeito de Maceió, João Henrique Caldas (JHC), do PL. O trabalho profissional desenvolvido pelo marqueteiro impacta a opinião pública e, entre setores da mídia, passa a sensação de vitória antecipada.

O prefeito é, inegavelmente, o mais habilitado entre os políticos no uso da mídia digital. Isso não significa dizer que o conteúdo seja verossímil. O uso da mídia digital é tão abusivo que distorce a realidade ou a pretensa realidade do mundo virtual

As pré-candidaturas a prefeito de Maceió do advogado Ricardo Barbosa (PT), do deputado federal Rafael Brito (MDB) e do ex-vereador Lobão (Solidariedade) é o que se tem na oposição até o momento.

O prefeito JHC, mediante o poder e a força da grana disponível no cofre da prefeitura, assumiu o comando do “arrastão” entre os atuais vereadores e candidatos à reeleição e candidatos que querem disputar/ajudar como escadinha para os afortunados vereadores de mandatos.

O prefeito concluiu com sucesso a primeira fase dessa estratégia ao juntar o máximo possível de nomes para formar o seu chapão.

O momento seguinte é esperado com os debates e propostas para a cidade de Maceió. A maquiagem veiculada em propagandas será contestada pelos opositores. Dos três candidatos oposicionistas, o deputado Rafael Brito terá apoio da máquina estadual. Além disso, o MDB disporá de um bom tempo de televisão e rádio.

Ricardo Barbosa e Lobão têm características diferentes, mas, não podem perder a perspectiva de crescer na pré-campanha e na campanha. Se a estratégia da oposição logra êxito, será melhor para a população, que terá disputa e, principalmente, poderá ter esclarecimentos a respeito da real situação da administração (virtual e ou instagramável) do prefeito João Henrique Caldas.

Quem vive em Maceió e tem mais de quarenta anos nunca presenciou tantos desperdícios em obras públicas. Esse quesito será levantado pelos candidatos.

A guerra hibrida que transforma o mundo aparente e desejável num mundo real é o modelo da extrema-direita internacional que chegou no Brasil em 2012/2013.

A arma utilizada pelo prefeito nas redes não pode ser minimizada. É fundamental estabelecer um campo de enfrentamento político, ideológico e psicológico. O discurso tradicional é pouco eficaz na disputa com adversário que não demonstra pudor em usar as mídias sociais com narrativas ficcionais.

O processo de desconstrução política do prefeito de Maceió ainda não iniciou e é urgente que se inicie.

JHC é o político mais perigoso que Maceió conheceu em mais de 200 anos.

Os políticos pragmáticos só entendem e enxergam o xadrez eleitoral. Ainda não perceberam o quanto o JHC é nocivo para Maceió e para Alagoas.

A esquerda sequer despertou para a gravidade de uma possível reeleição.

Há um dado a ser considerado que é a soberba do prefeito. Não são os assessores os interessados imediatos que dizem que ele já está com a eleição ganha. Ele próprio acredita nisso.

A soberba poderá facilitar a sua derrota.

Nem tudo está perdido.

Mais lidas

Marielle: a quem se destina a terra?

27 de março de 2024 5:40 por Geraldo de Majella Por Eliane Brum, do

CPI da Braskem tem 35 dias para concluir investigação, que inclui visita aos bairros destruídos

27 de março de 2024 5:40 por Geraldo de Majella Com o objetivo de

Sem declarar IR cidadão não pode sequer receber prêmio de loteria que, acumulada, hoje sorteia

27 de março de 2024 5:40 por Geraldo de Majella O prazo para entrega

Risco de morte após a febre chikungunya continua por até 84 dias, diz Fiocruz

27 de março de 2024 5:40 por Geraldo de Majella Em meio à epidemia de

Saúde volta a alertar alagoanos sobre medidas de prevenção contra a dengue

27 de março de 2024 5:40 por Geraldo de Majella A Secretaria de Estado

PF indicia filho de Bolsonaro por falsidade ideológica e lavagem de dinheiro

27 de março de 2024 5:40 por Geraldo de Majella A Polícia Federal em

FAEC anuncia calendário anual de eventos esportivos para o público escolar

27 de março de 2024 5:40 por Geraldo de Majella A Federação Alagoana de

Bar do Doquinha: o lar enluarado da boemia

27 de março de 2024 5:40 por Geraldo de Majella Por Stanley de Carvalho*

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *