quinta-feira 23 de maio de 2024

Projeto ‘instagramável’ de JHC ignora tanques de combustíveis na orla de Jaraguá

Prefeitura anuncia requalificação em trecho onde Petrobras estoca gasolina, álcool e petróleo

2 de abril de 2024 12:38 por Da Redação

Tanques de combustíveis ocupam extensa área na região onde PMM quer criar atrativo turístico

Depois da cadeira gigante, do totem Eu Amo Maceió, do skate gigante da Praça do Skate, na Ponta Verde, e outros espaços ditos instagramáveis, a Prefeitura de Maceió anuncia o projeto de requalificação da orla de Jaraguá, um dos bairros mais antigos da capital alagoana. O investimento anunciado será de mais de R$ 8,2 milhões, recursos próprios da Prefeitura.

Ocorre que a proposta implica num grave risco, considerando a existência naquela área dos tanques de combustíveis das empresas Transpetro e Petrobras Distribuição.

Embora essas multinacionais estejam licenciadas pelo Instituto do Meio Ambiente do Estado de Alagoas (IMA/AL), elas sempre representaram uma ameaça à vida urbana em Jaraguá, e naquele trecho da praia da Pajuçara.

Já foi inclusive discutida no Parlamento estadual a possibilidade da retirada desses tanques de combustíveis. Um dos argumentos é que na época em que foram instalados, a vida e as atividades urbanas ali eram mínimas, o que tornava “aceitável” o risco de acidentes.

Projeto anunciado pela Prefeitura não traz estudos dos riscos que os tanques representam | Reprodução

No Porto de Maceió atualmente a Petrobras opera com caminhões-tanque para o transporte de diesel e de gasolina diretamente às distribuidoras, além de petróleo e de álcool. São 4 tanques com petróleo e 6 tanques de derivados, álcool e biodiesel, atendendo Alagoas, as refinarias da Petrobras e os países que importam álcool.

Sem considerar a existência dos reservatórios de combustíveis, o prefeito João Henrique Caldas, o JHC, anuncia um projeto com calçadão, ciclovia, equipamentos de ginástica, deck para paisagismo, mobiliário de playground em madeira, pista de cooper e vegetação.

Na divulgação do projeto em Jaraguá, JHC não fez qualquer referência a um Estudo de Análise de Risco dos reservatórios de combustíveis ao lado do Porto de Maceió, que inclusive impedem a presença de banhistas naquele trecho da Pajuçara.

Mais lidas

CPI da Braskem tem 35 dias para concluir investigação, que inclui visita aos bairros destruídos

2 de abril de 2024 12:38 por Da Redação Com o objetivo de investigar

Sem declarar IR cidadão não pode sequer receber prêmio de loteria que, acumulada, hoje sorteia

2 de abril de 2024 12:38 por Da Redação O prazo para entrega da

Risco de morte após a febre chikungunya continua por até 84 dias, diz Fiocruz

2 de abril de 2024 12:38 por Da Redação Em meio à epidemia de dengue

Saúde volta a alertar alagoanos sobre medidas de prevenção contra a dengue

2 de abril de 2024 12:38 por Da Redação A Secretaria de Estado de

PF indicia filho de Bolsonaro por falsidade ideológica e lavagem de dinheiro

2 de abril de 2024 12:38 por Da Redação A Polícia Federal em Brasília

FAEC anuncia calendário anual de eventos esportivos para o público escolar

2 de abril de 2024 12:38 por Da Redação A Federação Alagoana de Esportes

Bar do Doquinha: o lar enluarado da boemia

2 de abril de 2024 12:38 por Da Redação Por Stanley de Carvalho* Há

Seduc anuncia processo seletivo para a Educação Especial

2 de abril de 2024 12:38 por Da Redação A Secretaria de Estado da

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *