quinta-feira 23 de maio de 2024

Funai: Cicero Albuquerque recebe apoio por ataques à sua gestão

Carta destaca atuação de professor marcada pelo diálogo em defesa dos povos indígenas

4 de abril de 2024 1:54 por Da Redação

Foto: Assessoria

Um grupo de pessoas e entidades manifestou apoio ao coordenador regional da Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai), professor Cícero Albuquerque, que dizem ser alvo de ataques de setores e grupos contrários ao trabalho desenvolvido por ele.

“Sabemos que não existe entre os grupos contrários ao seu trabalho uma pauta coletiva de reinvindicações, diálogo com as comunidades, ou mesmo preocupação com a defesa verdadeira dos povos indígenas, mas tão somente, luta por cargos, prestígio e busca de poder local”, diz a carta.

De acordo com o documento, “seu trabalho na função de coordenador regional da FUNAI, se consolida no campo do diálogo respeitoso e imensa capacidade técnica, acolhendo as diversas pautas das lideranças, homens, mulheres, jovens e crianças indígenas”.

Leia na íntegra:

CARTA DE APOIO AO PROFESSOR CÍCERO ALBUQUERQUE

Nós, entidades, instituições, amigos/as, professores/as, membros de movimentos sociais organizados do Estado de Alagoas, manifestamos aqui, publicamente, nosso total apoio ao companheiro e amigo de longa caminhada, Cícero Albuquerque, pelos seus serviços prestados à frente da Coordenação da FUNAI CR NEI.

Os contínuos ataques de setores e grupos contrários ao trabalho desenvolvido por Cícero, fazem parte de um mesmo sentido antidemocrático que tem se espalhado ruidosamente no seio da sociedade brasileira nos últimos anos. Essa situação tem afetado também o interior das comunidades indígenas, particularmente, segmentos que sequestram o título de lideranças e buscam fazer prevalecer seus interesses pessoais – ferindo a autonomia coletiva e promovendo desarmonia comunitária.

Conhecemos Cícero e acreditamos plenamente em sua fidelidade a luta dos mais pobres em nosso Estado. A indicação de seu nome foi uma construção coletiva dos povos indígenas de Alagoas e dos principais movimentos sociais organizados, ancorada pelo histórico de militante político, homem do diálogo, profundo zelo ético e ser humano extraordinário, dando a Cícero uma nobreza de caráter incomparável.

Sabemos que não existe entre os grupos contrários ao seu trabalho uma pauta coletiva de reinvindicações, diálogo com as comunidades, ou mesmo preocupação com a defesa verdadeira dos povos indígenas, mas tão somente, luta por cargos, prestígio e busca de poder local.

Cícero Albuquerque tem incomodado aqueles que discordam de uma FUNAI que se faz presente nas comunidades indígenas, identifique os problemas, encontre soluções, avence nos processos de demarcação das terras, amplie direitos e favoreça o bem viver indígena.

Seu trabalho na função de coordenador regional da FUNAI, se consolida no campo do diálogo respeitoso e imensa capacidade técnica, acolhendo as diversas pautas das lideranças, homens, mulheres, jovens e crianças indígenas.

Tem incomodado alguns, seu combate aos crimes ambientais cometidos por não indígenas e indígenas nos territórios. O fato de favorecer articulação com outros órgãos púbicos (Emater, Ministério de Desenvolvimento Social) e parcerias entre instituições (Universidades, movimentos sociais) é um ganho que há décadas se esperava da FUNAI e agora se concretiza nas ações de Cícero, evidenciando, acertadamente, seu compromisso com a luta dos povos indígenas no campo da educação, meio ambiente, cultura, projetos agrícolas e demarcação dos territórios.

Por tudo isso, manifestamos, publicamente, nosso apoio ao companheiro Cícero Albuquerque, colocando-nos mais uma vez ao seu lado, na defesa do estado democrático, garantida de direitos, proteção do planeta e a favor da vida dos povos indígenas brasileiros.

Palmeira dos Índios – AL., 02 de abril de 2024.

Mais lidas

CPI da Braskem tem 35 dias para concluir investigação, que inclui visita aos bairros destruídos

4 de abril de 2024 1:54 por Da Redação Com o objetivo de investigar

Risco de morte após a febre chikungunya continua por até 84 dias, diz Fiocruz

4 de abril de 2024 1:54 por Da Redação Em meio à epidemia de dengue

Saúde volta a alertar alagoanos sobre medidas de prevenção contra a dengue

4 de abril de 2024 1:54 por Da Redação A Secretaria de Estado de

PF indicia filho de Bolsonaro por falsidade ideológica e lavagem de dinheiro

4 de abril de 2024 1:54 por Da Redação A Polícia Federal em Brasília

FAEC anuncia calendário anual de eventos esportivos para o público escolar

4 de abril de 2024 1:54 por Da Redação A Federação Alagoana de Esportes

Bar do Doquinha: o lar enluarado da boemia

4 de abril de 2024 1:54 por Da Redação Por Stanley de Carvalho* Há

Seduc anuncia processo seletivo para a Educação Especial

4 de abril de 2024 1:54 por Da Redação A Secretaria de Estado da

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *