quinta-feira 23 de maio de 2024

Vereador diz que montagem do ‘chapão’ para 2024 custará R$ 25 milhões

Valor inclui obras e cessão de cargos para atrair apoio de vereadores na próxima eleição

9 de abril de 2024 6:25 por Da Redação

Reprodução

A janela que permitiu a mudança de partido foi fechada no último sábado (6), concluindo a primeira etapa do calendário eleitoral. Para os que acompanham os bastidores políticos, nada de novo aconteceu. O PL, como era anunciado, atraiu o maior número de vereadores com mandato, suplentes e pretendentes ao cargo.

O prefeito João Henrique Caldas (PL), antes de abrir a janela, garantiu obras nos redutos de cada vereador da sua base. Acrescido do aumento do duodécimo da Câmara Municipal, o que de fato representa mais recursos através de verbas de gabinetes, empregos para cabos eleitorais, através de nomeações em cargos comissionados.

Os vereadores de primeira classe nomearam secretários e diretores de órgãos para uso político-eleitoral.

A segunda classe de vereadores também foi contemplada, mas, com menos cargos e de menores salários, obras com menos recursos para serem executadas.

Os de terceira classe são os menos votados e os suplentes que assumiram com compromisso de continuar no grupo e servir de “mula” para as duas primeiras categorias de vereadores.

Os descontentes falam que o compromisso assumido pelo prefeito João Henrique Caldas com os vereadores das duas primeiras categorias custou individualmente, até momento, R$ 1 milhão de obras previamente indicadas.

A estimativa feita por um vereador é que a montagem das chapas custou R$ 25 milhões em obras, cargos e mais o fundo partidário. A dúvida é se o montante prometido aos candidatos será cumprido pelo prefeito.

O fator pesquisa é que baliza o desembolso. Se o candidato não apresentar chance de ser eleito será, em igual proporção, rifado do compromisso. Essa é a regra do jogo bruto. Não basta ter votos, o grau de transferência para a candidatura majoritária tem de ser acima de 60%.

A armadilha montada pelo prefeito com a formação do “chapão” colocará o pescoço de vários vereadores na guilhotina. Quem teve até quatro mil votos, caso não dobre a votação, não se elegerá. Pelo menos essa é a expectativa dos profissionais em eleições.

A relação é grande.

Mais lidas

CPI da Braskem tem 35 dias para concluir investigação, que inclui visita aos bairros destruídos

9 de abril de 2024 6:25 por Da Redação Com o objetivo de investigar

Risco de morte após a febre chikungunya continua por até 84 dias, diz Fiocruz

9 de abril de 2024 6:25 por Da Redação Em meio à epidemia de dengue

Saúde volta a alertar alagoanos sobre medidas de prevenção contra a dengue

9 de abril de 2024 6:25 por Da Redação A Secretaria de Estado de

PF indicia filho de Bolsonaro por falsidade ideológica e lavagem de dinheiro

9 de abril de 2024 6:25 por Da Redação A Polícia Federal em Brasília

FAEC anuncia calendário anual de eventos esportivos para o público escolar

9 de abril de 2024 6:25 por Da Redação A Federação Alagoana de Esportes

Bar do Doquinha: o lar enluarado da boemia

9 de abril de 2024 6:25 por Da Redação Por Stanley de Carvalho* Há

Seduc anuncia processo seletivo para a Educação Especial

9 de abril de 2024 6:25 por Da Redação A Secretaria de Estado da

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *