segunda-feira 15 de julho de 2024

Prefeitura de Maceió abandona moradores das grotas com coleta de lixo deficiente

Acúmulo de entulhos favorece inundações na estação chuvosa
Foto: Divulgação

O programa Vida Nova nas Grotas tem melhorado, consideravelmente, a qualidade de vida dos moradores das áreas segregadas, mas, falta à Prefeitura de Maceió fazer a parte dela e resolver o problema do lixo que se acumula nas encostas e nos córregos, provocando inundações na estação chuvosa. O aprofundamento das desigualdades sociais em Maceió tem sido a marca da administração do prefeito João Henrique Caldas.

Este programa foi criado pelo Governo de Alagoas, em parceria com o programa das Nações Unidas para Assentamentos Humanos (ONU-Habitat Brasil). O foco é a promoção de vilas e cidades social e ambientalmente sustentáveis. O ONU-Habitat é o ponto focal para todas as questões de urbanização e assentamentos humanos dentro do sistema da ONU.

Maceió, onde o programa foi inicialmente pensado e tem sua execução em curso, possui 100 grotas numa área de 7,8 km² e uma população de 101 mil habitantes, segundo os dados do programa Vida Nova nas Grotas. A população residente nas grotas, se formasse uma cidade, seria a terceira mais populosa de Alagoas, superada apenas por Maceió e Arapiraca. Esse contingente populacional vive segregado pelo Município.

A coleta do lixo domiciliar das grotas de Maceió pela prefeitura ocorre apenas uma vez por semana. Esse dado traduz a dimensão do apartheid social na cidade. O prefeito João Henrique Caldas (PL) estabeleceu como política pública a negação deste serviço público a esta população vulnerável.

Mais lidas

Além da pressão dos aliados, JHC tem agora que enfrentar ação no MP por R$

Na busca para reeleger-se, o prefeito de Maceió, João Henrique Caldas, o JHC, precisa

Alagoas conta com Núcleos de Apoio ao Fumante em 13 municípios

Com o objetivo de ajudar tabagistas a se livrarem do vício em cigarros, o

STF volta a julgar recurso de Collor para anular condenação por corrupção na Lava-Jato

O Supremo Tribunal Federal (STF) voltou a movimentar o processo em que o ex-presidente

Marielle: a quem se destina a terra?

Por Eliane Brum, do portal Sumauma “Quem possui a terra possui o homem.” Essa

CPI da Braskem tem 35 dias para concluir investigação, que inclui visita aos bairros destruídos

Com o objetivo de investigar a responsabilidade jurídica e socioambiental da mineradora Braskem no

Sem declarar IR cidadão não pode sequer receber prêmio de loteria que, acumulada, hoje sorteia

O prazo para entrega da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (DIRPF) em

Risco de morte após a febre chikungunya continua por até 84 dias, diz Fiocruz

Em meio à epidemia de dengue e ao aumento de casos por febre chikungunya, um

Saúde volta a alertar alagoanos sobre medidas de prevenção contra a dengue

A Secretaria de Estado de Alagoas (Sesau) volta a alertar a população alagoana sobre

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *