quinta-feira 23 de maio de 2024

Biofábrica de Pindorama desenvolve canaviais e gera economia aos cooperados com produção local de defensivos biológicos

Biofábrica de Pindorama desenvolve canaviais e gera economia | Assessoria

Pensando no aperfeiçoamento da cultura da cana-de-açúcar e na geração de economia aos cooperados, no que se refere à utilização de defensivos biológicos, a diretoria da Cooperativa Pindorama instalou, e já está em operação, uma biofábrica de defensivos agrícolas.Como o próprio nome sugere, a Biofábrica nada mais é do que uma fábrica de produtos biológicos que trata da reprodução segura de bactérias utilizadas na agricultura. Os organismos unicelulares são utilizados para auxiliar no desenvolvimento da cana-de-açúcar e fruticultura, atuando como defensivo biológico, controlando doenças e pragas, permitindo o aumento da qualidade das plantações e, por consequência, garantindo lavouras mais produtivas.Atualmente, mais de 1.300 tipos diferentes de bactérias são manipulados em diversas culturas mundo afora. Em Pindorama, a equipe da Biofábrica cultiva 4 tipos de microrganismos, fazendo a multiplicação para a utilização nas plantações de cana e fruticultura. As espécies em questão são:

  • Bacilos amyloliquefacens, que auxilia no controle de nematóides;
  • Azospirillum brasilienses, fixador de nitrogênio da atmosfera, que ajuda no crescimento vegetativo;
  • Pseunomonas fluorescence, um solobilizador de fósforo, deixando esse nutriente ativo para absorção pela cultura;
  • Bacilos subtiles, que combate fungos, doenças do solo e nematóides, sendo ainda um propulsor de crescimento, possibilitando o desenvolvimento mais rápido e saudável da planta.

Redução de custosAntes da instalação da Biofábrica, os agentes biológicos eram comprados pela Cooperativa Pindorama e repassados aos cooperados. Eram gastos cerca R$ 170 por hectare na aplicação desses microrganismos. Com a implantação desse novo setor, a empresa conseguiu uma considerável redução de custos para os cooperados. Hoje, com produção própria, a Pindorama disponibiliza o mesmo produto ao valor de R$ 40 por hectare, uma economia de 77% em relação ao custo anterior.

Biofábrica de Pindorama desenvolve canaviais e gera economia | Assessoria

Em operaçãoA Biofábrica iniciou sua produção em março de 2022, no Núcleo de Tecnologia Agropecuária de Pindorama, com uma produção que atende às necessidades dos cerca de 1.100 associados da empresa. De acordo com o agrônomo Danilo Wanderley, gerente agrícola da Cooperativa, a aplicação dos microrganismos é vital para a cultura da cana.“O benefício resulta em produtividade. A aplicação dos agentes biológicos aumentam, por exemplo, a longevidade do canavial. Um lote que, normalmente, é replantado a cada cinco anos, passa a ser renovado a cada sete ou oito, reduzindo os custos dos cooperados de forma considerável”, disse Danilo.Para o produtor rural Jorge Lessa, associado da Cooperativa,  os benefícios gerados pela iniciativa da Pindorama, de produzir seus próprios ativos biológicos, são inúmeros. “Desde o atendimento e entrega dos produtos até o resultado visivelmente positivo das aplicações em nossas lavouras, as vantagens são muitas. Parabéns à diretoria da Cooperativa Pindorama por fabricar esses produtos para o nosso próprio uso”, destacou Lessa.O presidente da Pindorama, Klécio Santos, enfatizou que um dos grandes objetivos da diretoria é facilitar a vida dos associados, visando à ampliação da produção e o consequente crescimento da empresa e da região. “Nossa política é colocar em primeiro plano ações que possibilitem a facilitação dos trabalhos pelos associados e ampliar a produç& ;ati lde;o reduzindo custos. Apesar de parecer contraditório, aqui nós tornamos isso possível através do aprimoramento de tecnologias. O resultado são lavouras mais saudáveis e rentáveis, alcançando um desenvolvimento mais amplo”, disse Klécio Santos.Com uma capacidade de produção entre 16 mil e 20 mil litros mensais de insumos biológicos, segundo Danilo Wanderley, a produção atual é suficiente para atender às necessidades dos associados, contudo, a Biofábrica está em processo de mudança de local e ampliação, visando gerar ainda mais benefícios aos cooperados.

Fonte: Assessoria

Mais lidas

CPI da Braskem tem 35 dias para concluir investigação, que inclui visita aos bairros destruídos

Com o objetivo de investigar a responsabilidade jurídica e socioambiental da mineradora Braskem no

Sem declarar IR cidadão não pode sequer receber prêmio de loteria que, acumulada, hoje sorteia

O prazo para entrega da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (DIRPF) em

Risco de morte após a febre chikungunya continua por até 84 dias, diz Fiocruz

Em meio à epidemia de dengue e ao aumento de casos por febre chikungunya, um

Saúde volta a alertar alagoanos sobre medidas de prevenção contra a dengue

A Secretaria de Estado de Alagoas (Sesau) volta a alertar a população alagoana sobre

PF indicia filho de Bolsonaro por falsidade ideológica e lavagem de dinheiro

A Polícia Federal em Brasília indiciou Jair Renan Bolsonaro, filho do ex-presidente Bolsonaro, pelos

FAEC anuncia calendário anual de eventos esportivos para o público escolar

A Federação Alagoana de Esportes Colegiais (FAEC) anunciou o calendário anual de eventos para

Bar do Doquinha: o lar enluarado da boemia

Por Stanley de Carvalho* Há 60 anos, quando os portões de Brasília começaram a

Seduc anuncia processo seletivo para a Educação Especial

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) divulgou no último dia 6, no Suplemento

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *