terça-feira 28 de maio de 2024

Síndicos reclamam que contas de água chegam a dobrar após troca de hidrômetro

Procon Maceió revela que a maior parte das reclamações relativas à BRK Ambiental é sobre cobranças indevidas

21 de dezembro de 2022 10:55 por Da Redação

Problema surgiu após troca de hidrômetro | Reprodução/TV Gazeta

Síndicos de condomínios em Maceió têm levado um susto o receberem a conta de água. Em alguns casos, a despesa chegou a dobrar. Por coincidência ou não, a fatura ficou mais salgada depois que os hidrômetros dos prédios foram substituídos pela BRK Ambiental, empresa concessionária do serviço na capital.

Para o condomínio gerido por Jacob Allgayer, a conta referente ao consumo de novembro ficou acima de R$ 11,3 mil, quase duas vezes o valor que era habitualmente cobrado. “[Estamos sem] entender essa situação, está ficando inviável para os condomínios, porque é um aumento expressivo, muito acima do que a gente esperava”, disse ele.

Em julho deste ano, o hidrômetro do prédio foi trocado pela BRK Ambiental e, de lá para cá, a conta somente sobe. No mês seguinte, revela, o consumo ficou R$ 2 mil acima do que vinha sendo pago pelo condomínio antes da troca. “A gente chegou a fazer vistoria no prédio para tentar entender e não encontrou justificativa para tanto aumento”, afirmou.

Jacob Allgayer diz que conta quase dobrou | Reprodução/TV Gazeta

O diretor executivo do Procon Maceió, Leandro Almeida, diz que a maior parte das reclamações relativas à BRK Ambiental é sobre cobranças indevidas. Ele dá orientações aos consumidores que sentirem lesados. “O primeiro passo é o consumidor buscar resposta com a empresa. Persistindo o erro, o consumidor deve procurar o Procon. Se for constatado que essa cobrança é indevida, o valor deve ser devolvido em dobro para o consumidor”, disse.

Em sua defesa, a BRK afirma que a troca de hidrômetros atende a uma norma do Inmetro para garantir a “medição real” do consumo de água de cada cliente. O objetivo, justifica a empresa, é reduzir a perda de água. A substituição, prossegue a BRK, é feita após um mapeamento que identifica o uso de medidores antigos, danificados ou que nunca foram trocados. Ainda sobre as reclamações dos consumidores, a concessionária disse que avalia caso a caso.

*Com TV Gazeta

Mais lidas

Marielle: a quem se destina a terra?

21 de dezembro de 2022 10:55 por Da Redação Por Eliane Brum, do portal

CPI da Braskem tem 35 dias para concluir investigação, que inclui visita aos bairros destruídos

21 de dezembro de 2022 10:55 por Da Redação Com o objetivo de investigar

Sem declarar IR cidadão não pode sequer receber prêmio de loteria que, acumulada, hoje sorteia

21 de dezembro de 2022 10:55 por Da Redação O prazo para entrega da

Risco de morte após a febre chikungunya continua por até 84 dias, diz Fiocruz

21 de dezembro de 2022 10:55 por Da Redação Em meio à epidemia de dengue

Saúde volta a alertar alagoanos sobre medidas de prevenção contra a dengue

21 de dezembro de 2022 10:55 por Da Redação A Secretaria de Estado de

PF indicia filho de Bolsonaro por falsidade ideológica e lavagem de dinheiro

21 de dezembro de 2022 10:55 por Da Redação A Polícia Federal em Brasília

FAEC anuncia calendário anual de eventos esportivos para o público escolar

21 de dezembro de 2022 10:55 por Da Redação A Federação Alagoana de Esportes

Bar do Doquinha: o lar enluarado da boemia

21 de dezembro de 2022 10:55 por Da Redação Por Stanley de Carvalho* Há

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *