quinta-feira 23 de maio de 2024

Bares e restaurantes apostam em inteligência artificial para aumentar a produtividade dos negócios

Pesquisa inédita da Abrasel mostrou que um a cada quatro bares e restaurantes utiliza ferramentas de inteligência artificial no dia a dia
Foto: Midjourney

A inteligência artificial (IA) está revolucionando diversas áreas de trabalho, e o setor de alimentação fora do lar não é exceção. Uma pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) revelou que 28% dos bares e restaurantes brasileiros já utilizaram IA em algum momento. Esse número demonstra um crescente interesse no uso desse tipo de tecnologia para otimizar operações, aprimorar a experiência do cliente e impulsionar o crescimento do negócio.

Os resultados da pesquisa, feita com 2.128 empresários do setor em todo o Brasil, mostraram que, entre os que já adotaram a inteligência artificial, 40% a utilizam para tarefas de marketing, como a criação de peças para redes sociais e campanhas personalizadas. Essas ferramentas permitem que os negócios se comuniquem com seus clientes de forma mais eficaz, aumentando o engajamento e fidelizando novos clientes. O estudo mostrou também que 26% dos bares e restaurantes já utilizam o ChatGPT para automatizar o atendimento ao público, respondendo perguntas frequentes e direcionando clientes para os canais mais adequados.

A inteligência artificial também vem sendo utilizada para treinar funcionários. Segundo a pesquisa, 13% das empresas estão adotando essa prática por meio de chatbots (programas de computador que simulam e processam conversas humanas) assistentes virtuais e simulações interativas. Além disso, 17% dos estabelecimentos disseram utilizar a IA para a criação ou reformulação do cardápio, precificação dos pratos e na sugestão de novas combinações.

Para Paulo Solmucci, presidente-executivo da Abrasel, a inteligência artificial vem se consolidando como uma oportunidade para o crescimento dos empreendimentos. “Com pouco mais de um ano, a inteligência artificial tem uma curva de adoção e de uso crescente, como nunca foi visto. As empresas não podem se dar ao luxo de esperar para ver. Isso já tem impacto na produtividade, na eficiência e na lucratividade e não deve ser minimizado, sob o risco de ficar para trás da concorrência em um prazo muito curto”, afirmou.

Slide 1
Slide 2

Soluções produtivas

Em entrevista ao podcast O Café e a Conta, da revista Bares & Restaurantes, Thiago Falcão, fundador da rede One Sushi, defendeu que muitas soluções produtivas para os estabelecimentos do setor podem ser encontradas na inteligência artificial. “No One Sushi, a IA está presente na tomada de decisões, na elaboração de projetos de marketing e na gestão da rota de delivery, por exemplo. Com o uso dessas ferramentas, atividades que exigiriam horas do meu dia passaram a ser feitas em minutos”, disse Thiago. Até mesmo um jingle para o restaurante foi produzido por uma ferramenta de inteligência artificial – e ficou muito bom, segundo o empresário.

Na visão dos empreendedores de bares e restaurantes, o impacto da IA tem sido positivo. Para 70% dos empresários que utilizam a inteligência artificial, os resultados vêm sendo satisfatórios. Os benefícios mais citados foram o aumento da eficiência operacional, a redução de custos, a otimização do tempo da equipe e melhorias na experiência do cliente.

“No dia a dia do setor da alimentação fora do lar, as várias ações calibradas pela inteligência artificial permitem que os funcionários ganhem tempo para se concentrarem ainda mais no lado humano dos negócios. A inteligência artificial deve aumentar a produtividade e abrir mais espaço para as relações humanas no atendimento e no cuidado com o cliente. É essa humanidade que faz a diferença”, complementa Paulo Solmucci.

Aliada poderosa

Esse cenário mostra que a IA vem se consolidando como uma aliada poderosa na gestão e no crescimento sustentável dos empreendimentos brasileiros, representando uma oportunidade única para os negócios se destacarem no mercado e oferecerem uma experiência diferenciada aos clientes.

Para o presidente da Abrasel/AL, Marcus Batalha, “O uso da inteligência artificial no setor de bares e restaurantes é uma revolução silenciosa que está transformando a forma como nos relacionamos com a gastronomia. Essa tecnologia não apenas otimiza processos e aumenta a eficiência operacional, mas também proporciona uma experiência mais personalizada e memorável para nossos clientes. Estamos comprometidos em acompanhar de perto essas inovações para garantir que nossos estabelecimentos estejam sempre na vanguarda da excelência gastronômica”.

Por Assessoria

Mais lidas

CPI da Braskem tem 35 dias para concluir investigação, que inclui visita aos bairros destruídos

Com o objetivo de investigar a responsabilidade jurídica e socioambiental da mineradora Braskem no

Sem declarar IR cidadão não pode sequer receber prêmio de loteria que, acumulada, hoje sorteia

O prazo para entrega da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (DIRPF) em

Risco de morte após a febre chikungunya continua por até 84 dias, diz Fiocruz

Em meio à epidemia de dengue e ao aumento de casos por febre chikungunya, um

Saúde volta a alertar alagoanos sobre medidas de prevenção contra a dengue

A Secretaria de Estado de Alagoas (Sesau) volta a alertar a população alagoana sobre

PF indicia filho de Bolsonaro por falsidade ideológica e lavagem de dinheiro

A Polícia Federal em Brasília indiciou Jair Renan Bolsonaro, filho do ex-presidente Bolsonaro, pelos

FAEC anuncia calendário anual de eventos esportivos para o público escolar

A Federação Alagoana de Esportes Colegiais (FAEC) anunciou o calendário anual de eventos para

Bar do Doquinha: o lar enluarado da boemia

Por Stanley de Carvalho* Há 60 anos, quando os portões de Brasília começaram a

Seduc anuncia processo seletivo para a Educação Especial

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) divulgou no último dia 6, no Suplemento

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *